Cerca de 4 mil alunos de Etecs são aprovados em universidades públicas




Cerca de 4 mil alunos de Etecs são aprovados em universidades públicas





De acordo com levantamento feito junto às Escolas Técnicas Estaduais,
os formandos de suas unidades conquistaram centenas de vagas nos mais disputados vestibulares do País para o primeiro semestre de 2016. Esse número inclui instituições do governo federal e estadual, entre elas
estão as Fatecs



Mais uma vez os alunos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) se destacaram nos vestibulares de instituições públicas de todo o País. Segundo levantamento com 160 unidades do Centro Paula Souza, 3.847 estudantes garantiram uma vaga gratuita para cursar o ensino superior. As Etecs Profª Anna de Oliveira Ferraz, de Araraquara, Cel. Fernando Febeliano da Costa, de Piracicaba, e Vasco Antonio Venchiarutti, de Jundiaí são as que têm o maior número de aprovados: 176, 134 e 121, respectivamente.

Além das universidades paulistas, como USP, Unesp e Unicamp, os alunos também foram aprovados em instituições dos estados de Minas Gerais, Paraná e Rio de Janeiro, por exemplo. Alguns garantiram ainda sua entrada em universidades no exterior, como a Universidade de Coimbra, em Portugal, e a University of Georgia, nos Estados Unidos.

Um dos estudantes a carimbar o passaporte para continuar seus estudos em outro continente foi Leonardo Seivane, de 18 anos, que concluiu o curso técnico de Informática integrado ao Ensino Médio na Etec Professora Carmine Biagio Tundisi, em Atibaia. Com familiares na Espanha, o jovem procurou a Universidad de Huelva e assegurou uma vaga para começar o curso de Engenharia de Energias Renováveis no segundo semestre. “Ter o diploma do curso técnico contribuiu muito para meu ingresso”, acredita.

Chance de escolha

Muitos jovens também alcançaram suas metas mais perto de casa. Vários deles foram tão bem que puderam escolher o curso entre universidades renomadas. Foi o caso de Guilherme Henrique Almeida Silva, ex-aluno do Ensino Médio na Etec Cubatão, aprovado em Engenharia Mecânica na federal de Santa Catarina (UFSC), na federal do Paraná (UFPR) e na Unesp. “Achei muito bom poder escolher, gosto muito de Exatas”, comemora o novo universitário da UFSC.

O sucesso nas provas exigiu muito estudo, determinação e bom aproveitamento das dicas dos professores das Etecs. “Eu comecei a ler os livros preparatórios a partir do segundo ano e estudei em casa, sem cursinho”, revela Fernanda Jordão, que realizou o sonho de estudar na USP e agora cursa Ciências Contábeis. “Os professores me ajudavam com livros, tirando dúvidas e dando conselhos. O mais importante foi a leitura, pois os vestibulares focam muito em interpretação de texto. Também fazia redações toda semana”, complementa. A ex-aluna de Informática para Internet integrado ao Médio da Etec Manoel dos Reis Araújo, de Santa Rita do Passa Quatro, também passou em Estatística na Unesp e em Linguística na UFSCar.




Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, o Centro Paula Souza administra as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e as Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos, sob a supervisão de uma Etec –, em mais 300 municípios paulistas. As Etecs atendem mais de 208 mil estudantes nos Ensinos Médio, Técnico integrado ao Médio e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços. Nas Fatecs, o número de alunos matriculados nos cursos de graduação tecnológica ultrapassa 75 mil.

Assessoria de Comunicação do Centro Paula Souza

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.