Cachoeira da cidade mais fria do Brasil congela com termômetros abaixo de zero



Cachoeira da cidade mais fria do Brasil congela com termômetros abaixo de zero

                                                                                                                                                      Por Estadão Conteúdo 

No município catarinense de Urupema, as cachoeiras pararam de correr e viraram pedras









Marília Sutil/Prefeitura de Urupema
No município catarinense de Urupema, as cachoeiras pararam de correr e viraram pedras

Temperaturas negativas alteram rotina de Urupema, município catarinense que registrou -7,2°C na manhã desta sexta-feira

Estadão Conteúdo

Segundo a meteorologista Gislânia Cruz, da Central Meteorológica de Santa Catarina, o frio se manterá intenso até a próxima semana. Na madrugada deste sábado (11), a previsão é de chuva congelada e neve.No Alto Planalto Sul, região da Serra Catarinense, as árvores amanheceram com gotas de cristais de gelo, e casas e gramados foram pintados de branco. Lagos em Urupema também tiveram as águas congeladas, onde moradores e turistas arriscaram dar alguns passos.
Não é à toa que Urupema, em Santa Catarina, é considerada a cidade mais fria do Brasil. No início desta sexta-feira (10), os termômetros marcaram -7,2°C, a temperatura mais baixa do ano. Resultado: uma das cachoeiras da cidade congelou completamente e virou ponto turístico de vez na cidade.
Os termômetros abaixo de zero também foram registrados em outras cidades da região, que estão abaixo de zero. Em Bom Jardim da Serra a temperatura chegou a -6,1°C e, em Ponte Alta, -5,2°C. Nos outros pontos do Estado a mínima não ultrapassou os 7°C.
Em Florianópolis, os termômetros despencaram para 2,3°C. Nos últimos 22 anos não fez frio semelhante no mês de junho. A rigidez na temperatura é explicada pela massa de ar polar reforçada por uma massa de ar vinda da Patagônia.
No mar, o aviso é para ter cautela. Um ciclone que desliza pelo Sul do Brasil está provocando ondas de até quatro metros que podem afetar pequenas e médias embarcações. O temor da Defesa Civil é a temporada de pesca da tainha. Os pescadores estão animados com a melhor safra das últimas décadas e se arriscam em busca do peixe.
A prefeitura de Urupema divulgou imagens da paisagem da cidade congelada:
Temperaturas abaixo de zero alteraram a paisagem da cidade mais fria do Brasil. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Mesmo acostumados com o frio, moradores de Urupema se divertiram com blocos de gelo que se formaram pela cidade. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
O orvalho também congelou as árvores da cidade, que viraram pedra. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Os lagos artificiais ficam completamente congelados na cidade de Urupema, em Santa Catarina. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Em alguns pontos da cidade, era possível andar sobre o lago, que congelou. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Temperaturas abaixo de zero mudaram a paisagem da cidade mais fria do Brasil. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Sensação térmica na cidade chegou a -22°C. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
O verde das estradas foi substituído pelo branco da geada na cidade de Urupema, em Santa Catarina. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Pedras de gelo se formaram no asfalto das ruas de Urupema. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
A cachoeira da cidade congelou e virou atração até entre os próprios moradores. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016
Temperaturas abaixo de zero alteraram a paisagem da cidade mais fria do Brasil. Foto: Marília Sutil/Prefeitura de Urupema - 10.06.2016










Rio Grande do Sul
O Estado vizinho também registrou mais uma madrugada de temperaturas abaixo de zero. A menor marca ocorreu na cidade de Serafina Correa, no norte do Estado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), fez -2,9ºC. A previsão é de aumento do frio e possibilidade de neve na serra nas próximas noite e madrugada.
Para esta sexta-feira, o tempo deve permanecer nublado impossibilitando a entrada do sol. Isso faz com que a sensação térmica seja menor e que o frio à noite se acentue. Há chances de chuva em áreas isoladas no sul, leste e nordeste gaúchos.
Não está descartada a possibilidade de queda de neve nas partes mais altas, como nos Campos de Cima da Serra e na Serra. O frio aumenta no final de semana, quando a mínima deve chegar a -4°C.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.