Carnês do IPTU chegam às residências até segunda semana de fevereiro



Carnês do IPTU chegam às residências até segunda semana de fevereiro


Os cerca de 52 mil carnês de IPTU de Ourinhos chegam às residências dos contribuintes até a segunda semana de fevereiro. O imposto terá 10% de desconto no pagamento do valor total à vista.
De acordo com o Prefeito Lucas Pocay, o IPTU é a principal fonte de arrecadação do município e de extrema importância para a realização de obras e manutenção dos serviços públicos.
Os carnes deveriam ter sido confeccionados pela antiga administração que estava a frente da prefeitura, porém, isso não foi feito ocasionando o atraso, mas o problema foi resolvido pela nova gestão.
O imposto também pode ser pago em 11 vezes. As parcelas, de fevereiro a dezembro, vencem a partir do dia 22 de cada mês. São cinco datas de vencimento diferentes; 22, 23, 24, 27 e 28, de acordo com o grupo imobiliário em que cada contribuinte está inserido. A mesma tabela de vencimentos é utilizada para o pagamento integral à vista.
O imposto pode ser pago nas casas lotéricas e correspondentes bancários, ou nos canais de autoatendimento, internet banking e smartphones. As agências conveniadas com a prefeitura podem ser conhecidas através do site www.ourinhos.sp.gov.br/iptu. No mesmo endereço é possível requerer a 2ª via do carnê, boletos, certidões, entre outros serviços.
Segundo a Secretaria de Finanças de Ourinhos, ainda nesta semana os carnês serão enviados para a gráfica. Assim que forem impressos, serão encaminhados aos Correios, que farão a entrega nas casas dos contribuintes. O decreto e edital de notificação de lançamento do imposto, comunicando os contribuintes sobre as formas de pagamento e a tabela de vencimentos serão publicados no Diário Oficial do Município.
A parcela não paga até o vencimento será acrescida de juros e multa contados do dia seguinte ao vencimento, conforme Código Tributário Municipal, Lei nº 794/1966. A Secretaria pede aos contribuintes que confiram as informações do carnê. Caso os dados cadastrais, base de cálculo, alíquota ou vencimentos estiverem incorretos, o contribuinte pode, em um prazo de 30 dias, fazer uma reclamação formal no setor de Tributos Imobiliários no PoupaTempo.


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.