Empresa europeia pode instalar indústria de Reciclagem em Ourinhos



Empresa europeia pode instalar indústria de Reciclagem em Ourinhos

Os empresários estiveram em Ourinhos e podem investir milhões na cidade.

Empresários da Polônia e Letônia, países do leste europeu, estiveram nesta sexta-feira (17) em Ourinhos para conhecerem a estrutura do serviço de coleta de lixo da cidade. Eles manifestaram o interesse em instalar uma indústria de reciclagem de grande tecnologia no município.
Com investimento inicial de R$ 10 milhões, caso a empresa seja instalada na cidade, vai gerar pelo menos 100 empregos diretos.
O presidente da indústria Recyclix, Mark Kowal, o diretor DimitriPaladi e o diretor de produção AleksandrsSivaks, acompanhados por uma intérprete e representantes da empresa na Europa, chegaram em dois jatinhos no aeroporto de Ourinhos onde foram recepcionados pelo Prefeito Lucas Pocay, o secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Sustentável Júlio Gurgel, pelo secretário de Comunicação Felipe Chamorro e o Superintendente da SAE Luis Augusto Perino e representantes da empresa no Brasil.
Em comitiva eles seguiram para o atual aterro sanitário, verificaram as condições do depósito de lixo e se interessaram por uma área anexa onde a indústria teria condições de ser instalada. Na sequência foram até o terreno onde o novo aterro deve funcionar e também conheceram o trabalho dos catadores da Recicla Ourinhos.
A Recyclix processa dois tipos de plástico, o polietileno e o polipropileno, transformando-os em grânulos que são comercializados para indústria da transformação, desde automotivas, moveleiras e todas as que utilizam o plástico na linha de produção. A intenção da indústria é processar cerca de mil toneladas por mês inicialmente.
Durante a visita, os empresários demonstraram interesse em processar todo o lixo da cidade, reciclando quase que a totalidade dos resíduos, exceto o orgânico. No entanto, caso a empresa se instale na cidade, irá operar, a princípio, a reciclagem do plástico.

“Há mais de um ano a empresa vem sondando o Brasil. Tínhamos contato em Ourinhos e chegamos até o Prefeito Lucas Pocay. Achamos que Ourinhos tem potencial para receber a indústria”, declara Alexandre Kremer, gerente do escritório da Recyclix, em Castro (PR).
Com a ajuda de uma intérprete russa, o Prefeito Lucas Pocay respondeu dezenas de questionamentos do diretor de produção da Recyclix, entre eles sobre a quantidade de lixo produzida em Ourinhos, o percentual de reciclados existente nos dejetos, a forma de coleta, além da proximidade de cidades da região que, possivelmente também poderiam contribuir com o lixo reciclável.
“Os empresários se mostraram interessados por Ourinhos, puderam ver o trabalho desenvolvido pela Recicla e seria importante a instalação de uma nova indústria na cidade, representaria mais empregos e desenvolvimento econômico sustentável, que é o nosso compromisso”, declara Lucas.
Durante a visita à sede da Recicla Ourinhos, os empresários europeus conversaram com os funcionários da entidade e observaram o trabalho desenvolvido no local. Segundo Matilde Ramos da Silva, diretora presidente da cooperativa, mensalmente são processados até 360 toneladas de recicláveis, a maioria papel. Material plástico representa 180 toneladas. Para ela, ter uma empresa do exterior instalada em Ourinhos pode representar ainda mais ganhos.

“Existem empresas que fazem o processo da Recyclix. Uma delas fica em Piracicaba, é longe. Se eles vierem pra cá melhora a logística e o valor econômico. É muito bom que invistam porque na nossa região não tem. Ourinhos sairia na frente”, declara Matilde.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.