O Brasil é a maior reserva hidrológica do mundo




O Brasil é a maior reserva hidrológica do mundo
Resultado de imagem para água

Devemos nos conscientizar que as águas não vão acabar no planeta, e nem mesmo estão diminuindo em seu volume de moléculas de H2O, porque este ciclo é fechado e estável


A origem da vida em nosso planeta surgiu na água. Ao longo de milhões de anos de evolução, os organismos vivos se diversificaram e se espalharam pela Terra, sendo que a sobrevivência de todas as espécies animais e vegetais continua ligada à água. O ser humano durante a gestação se desenvolve dentro do ventre da mãe, envolto em água. Após o nascimento, abre os olhos para a existência chorando e os fecha pela morte, sob a unção das lágrimas. A lágrima é menor que uma gota- d'água, mas se comporta como um meio de comunicação universal, sendo a mensageira da dor e da alegria.

Segundo Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News (www.revistaecotour.tur.br), - a importância deste precioso líquido se manifesta de forma física, devido à dependência do nosso corpo, que é constituído de 75% de água e também pela espiritualidade. Na tradição cristã, ela está ligada ao batismo, a purificação e a regeneração. A ablução com água é fundamental em todas as religiões do Islã ao Taíonismo. Para Lao Tse, no livro Tao Te Ching, a água simboliza a suprema virtude. Para os hindus banhar-se ritualmente no rio Ganges, é uma experiência transcendente.

O "Rig Veda" dos hindus exalta a água como elemento que traz vida, força e pureza: "Vocês, água que reconfortam: tragam-me a força, a grandeza, a alegria e a visão", diz um hino dos Vedas, pouco antes de definir a água como regente dos povos. Para o alcorão, a água benta que cai do céu é um dos símbolos divinos. O jardim do paraíso islâmico tem riachos e fonte de água límpida.

A maior parte da superfície terrestre é coberta de água, mas um volume pouco maior que 2% é doce, e mais de 90% dela está congelada nas regiões polares ou armazenada em depósitos subterrâneos muito profundos. As águas doces superficiais correspondem a somente 0,001% deste potencial. Mais de 2/3 da água doce é usada na irrigação, sendo contaminada pelos agrotóxicos ou adubos.

Nas cidades, o esgoto das casas e indústrias é quase todo jogado nos rios e no mar, sem tratamento. A água fica infectada, inclusive com germes que causam doenças transmissíveis, como a cólera. No mundo 2,6 bilhões de pessoas não têm acesso a saneamento básico, ou seja, mais de dois sextos de todos os habitantes do planeta. Outras 1,8 milhão de pessoas morrem diariamente de desidratação, diarreia e outros problemas decorrentes da falta d'água, das quais 90% são crianças de até cinco anos. Doenças transmitidas por água contaminada matam uma criança a cada 15 segundos no mundo.

O Brasil é a maior reserva hidrológica do mundo. Da água doce disponível no país: 70% estão na região norte, 15% na região centro-oeste, 6% no sudeste, 6% no sul e 3% no nordeste. Há pelo menos, em tese, 34 milhões de litro de água para cada brasileiro, embora 20% da população urbana não dispõem de rede de água e esgoto e 65% das internações pediátricas são causadas pela poluição da água. No Brasil, o consumo de água per capita multiplicou-se por mais de dez ao longo do século 20. Mesmo assim, existem milhões de cidadãos sem acesso à água de qualidade. É necessário um investimento significativo por parte das autoridades, que se não for efetuado poderá levar ao caos social derivado da falta-d'água. Já nos outros países, onde além do problema de gerenciamento existe a falta de reservas de água, o problema poderá ser realmente gravíssimo no futuro próximo.

O consumo mundial de água multiplicou por sete no século XX, mais do que o dobro da taxa de crescimento da população. Em alguns países da África e o Oriente Médio, a água já está escassa e por isto há racionamento. O Aquífero Guarani, contém mais de 40 mil km³ de água, volume superior a toda a água contida nos rios e lagos do planeta, e estende-se pelo Brasil (Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com 840.000 km²), Paraguai (58.500 km²), Uruguai (58.500 km²) e Argentina (255.000 km²).

" Devemos nos conscientizar que as águas não vão acabar no planeta, e nem mesmo estão diminuindo em seu volume de moléculas de H2O, porque este ciclo é fechado e estável. A falta de cuidados adequados na captação de chuvas e, consequentemente a poluição dos rios e dos lagos, é que acabará reduzindo o volume de águas doces superficiais, exigindo soluções de alto custo, como a busca de águas subterrâneas profundas ou a dessalinização de águas oceânicas", afirma Vininha F. Carvalho

Procure lembrar de todo o significado cultural, simbólico e socioeconômico da água na próxima vez em que você for saciar sua sede. O copo de água que você segura nas mãos hoje, contém mais de 10 milhões de moléculas que estiveram em contato com os nossos ancestrais. Precisamos revitalizar a água, pois ela representa um elo com o passado e um compromisso com o futuro das próximas gerações.

Fonte: Del Valle Editoria


                   

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.