PEDÁGIO DE JACAREZINHO-PR AINDA INDEFINIDO, MAS FUNCIONANDO


PEDÁGIO DE JACAREZINHO-PR AINDA INDEFINIDO, MAS FUNCIONANDO



JUSTIÇA FEDERAL NÃO CONFIRMA FECHAMENTO DE PEDÁGIO



01/02/2017
A polêmica participação do deputado na desativação do pedágio continua, pois das diversas ações em andamento e que agora até pode ter um final feliz, não constam, em nenhuma delas a participação do deputado Capitão Augusto, que pegou o "bonde andando" nos movimentos que apontaram as ilegalidades da instalação do famigerado pedágio de Jacarezinho. A população aguarda há anos manifestação positiva da Justiça Federal, desde que qualquer outra é, com certeza, duvidosa, mesmo porque o pedágio continua funcionando ilegalmente na divisa São Paulo/Paraná. 
Jornal TABLÓIDE


JUSTIÇA FEDERAL NÃO CONFIRMA FECHAMENTO DE PEDÁGIO
Jivago França / JDS Comunicação

A Justiça Federal do Paraná ainda não confirmou a informação divulgada pelo deputado federal por São Paulo, Capitão Augusto neste final de semana de que teria sido mandado desativar o pedágio na praça de Marques dos Reis em Jacarezinho.

O deputado divulgou em suas redes sociais e foi compartilhado amplamente por moradores de toda região de Jacarezinho e Ourinhos (SP) que a Justiça Federal do Paraná teria mandado desativar o pedágio da BR-153 (ponte velha).

Até às 17h40 a assessoria de imprensa da Justiça Federal do Paraná não tinha confirmado, nem desmentido a informação.

Somente com o cartão de isenção do pedágio, ingressado particularmente por cada usuário da rodovia e após recebido, é possível passar sem pagar pelo local.

A reportagem tentou contato com o deputado federal Capitão Augusto, mas até a publicação desta reportagem não foi retornado o contato.

Sobre a desativação solicitada, o portaljnn.com apura os detalhes exatos para divulgação a respeito do caso.

Fonte:  Jivago França - JDS Comunicação

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.