PMDB escolhe deputado crítico da Lava Jato para presidir CCJ



CÂMARA DOS DEPUTADOS


PMDB escolhe deputado crítico da Lava Jato para presidir CCJ
Do EstadãoResultado de imagem para PMDB escolhe deputado crítico da Lava Jato para presidir CCJ

Com maior bancada na Câmara, sigla ainda ficou com Comissões de Agricultura e Transporte

BRASÍLIA - Quase dois meses após o início dos trabalhos legislativos, líderes partidários fecharam nesta quarta-feira, 22, um acordo sobre a divisão dos comandos das 25 comissões permanentes na Câmara. O PMDB ficou com as Comissões de Constituição e Justiça (CCJ), Agricultura e Transportes, consideradas as mais relevantes da Casa.
Com a maior bancada da Câmara, o PMDB vai indicar Rodrigo Pacheco (MG) para presidir a CCJ. Pacheco chegou a ser cotado para o Ministério da Justiça, mas comentários do peemedebista sobre a Operação Lava Jato o impediram de assumir a pasta. Em Transportes, o presidente será Altineu Côrtes (RJ) e na Agricultura, o nome do partido será o de Sérgio Souza (PR). Na semana passada, um ex-assessor de Souza foi citado na Operação Carne Fraca, mas o deputado disse que a menção não impede sua indicação. 
O PT, com a segunda maior bancada, ficou com Direitos Humanos, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, mas ainda não informou seus indicados. O PR vai colocar parlamentares da bancada da bala nas duas comissões: Capitão Augusto (SP) – que circula na Casa com farda da Polícia Militar paulista e defende a ditadura – vai para a Segurança Pública e Direitos das Pessoas com Deficiência será ocupada por Cabo Sabino (CE).
Já o PSDB ficará com os comandos das comissões de Direitos da Mulher, Educação e Relações Exteriores. O PP escolheu Seguridade Social e Família – e vai indicar Hiran Gonçalves (PR) –, e Finanças e Tributação, cuja presidência será de Covatti Filho (PP-RS), cujo pai, o ex-deputado Vilson Covatti (PP-RS), é investigado na Lava Jato. O PSB vai indicar Rodrigo Martins (PI) para Defesa do Consumidor e Valadares Filho (SE) para Integração Nacional. 
O PDT ficou com Legislação Participativa e vai indicar Flávia Morais (GO). O PC do B escolheu Trabalho e terá Orlando Silva (SP) na presidência. O DEM comandará a Comissão de Turismo e vai indicar Paulo Azi (BA). O PTN escolheu a de Esporte e o PRB ficou com Minas e Energia. 
O PTB vai indicar o presidente de Fiscalização Financeira e Controle e o Solidariedade, de Desenvolvimento Econômico com Lucas Vergílio (GO). A Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa será presidida por um deputado do PSC. PSD ficou com as comissões de Cultura e Ciência e Tecnologia.
Partidos pequenos, como PPS, Rede e PSOL, ficaram fora da repartição dos comandos das comissões.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.