Polícia Civil identifica 15 vítimas do 'maníaco da Biz preta' em Londrina



27/03/2017 
SÉRIE DE ESTUPROS

Polícia Civil identifica 15 vítimas do 'maníaco da Biz preta' em Londrina

Reprodução/PM
Reprodução/PM

A delegada da Mulher de Londrina, Geanne Aparecida de Souza, concluiu na última sexta-feira (24) o inquérito envolvendo a série de crimes sexuais cometidos pelo promotor de estoque Rodrigo Santos Rodrigues, 28 anos, também conhecido como o "maníaco da Biz preta". Ele foi preso por uma equipe da Polícia Militar depois que as vítimas relataram os abusos em redes sociais. Os casos foram registrados em bairros da zona oeste, como o Jardim do Sol, Bandeirantes e Leonor, que ficavam no trajeto da casa ao trabalho do acusado.

Na delegacia, Rodrigues foi reconhecido por oito mulheres, mas o número aumentou para 15 em pouco tempo. A Polícia Civil confirmou que oito estupros foram tentados e sete consumados. "Ele confessou a maioria dos crimes e disse que não tinha um perfil específico das vítimas que atacava com a moto preta. Elas eram escolhidas de forma aleatória e geralmente esperavam o ônibus no ponto quando eram surpreendidas", disse a delegada. 
Em depoimento, Rodrigues disse que "estava sob efeito de drogas todas as vezes que praticava os abusos" e que "demonstrava arrependimento quando relembrava de tudo". Não houve registro de estupros contra menores de idade. O rapaz também negou ter violentado uma senhora de 62 anos, como foi ventilado no início das investigações. 

A esposa do "maníaco da Biz preta", que também foi ouvida, disse que ele "era bom pai, ótimo marido e apresentava um comportamento normal dentro de casa". "Ele contava que precisava sair mais cedo para chegar ao trabalho, mas na verdade era uma desculpa para cometer os estupros", ressaltou a delegada. A companheira de Rodrigues mostrou-se "surpresa com toda a situação". 

Ainda não se sabe qual vara criminal vai analisar o inquérito policial. O rapaz permanece preso.
Rafael Machado - Redação Bonde

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.