RECICLA OURINHOS FAZ MANIFESTAÇÃO DEFRONTE A SAE




RECICLA OURINHOS FAZ MANIFESTAÇÃO DEFRONTE A SAE
Primeiro a regularidade na administração e a prestação de contas, depois a continuidade do contrato
https://sites.google.com/site/noticiasourinhossp/manifestacao-da-cooperativa-recicla-ourinhos-e-iniciada-porque-a-sae-nao-demonstra-transparencia-com-os-120-cooperados/MANIFESTA%C3%87%C3%83O%20da%20Cooperativa%20%E2%80%9CRecicla%20Ourinhos%E2%80%9D%20%C3%A9%20iniciada%20porque%20a%20SAE%20n%C3%A3o%20demonstra%20transpar%C3%AAncia%20com%20os%20120%20cooperados%20-%20Not%C3%ADcias%20Ourinhos.png
Foto do site Notícias Ourinhos

Embora a RECICLA OURINHOS seja uma "Cooperativa" de utilidade pública, exercendo atividades na área de coleta e separação para reciclagem dos resíduos sólidos urbanos, portanto, de utilidade indiscutível para o município e população e a manutenção de parte desse empreendimento com certeza deva ser de responsabilidade do Município e, no caso, da parceira autárquica SAE - Superintendência de Água e Esgotos, que engloba em suas atividades a limpeza pública, ou seja, a coleta e destinação dos referidos resíduos recicláveis ou não, não existe razão na exigência via manifestação pública de renovação do contrato de parceria firmado com a autarquia SAE, pelo menos na situação em que se encontra, senão vejamos:

A autarquia SAE tem por obrigação, para legalidade de seus atos, verificar e exigir a transparência, a prestação de contas, a regularidade da Cooperativa, no exclusivo interesse público e cumprimento de suas obrigações para com a sociedade, o que supostamente não se vislumbra no contrato de parceria a ser assinado, motivo da manifestação, prova disso é a constante permanência dos mesmos diretores e presidência, o tratamento com os cooperados que desenvolvem o trabalho e a devida prestação de contas que ninguém conhece.

Resultado de imagem para matilde recicla ourinhosO fato de a manifestação acontecer defronte a sede da autarquia, reunindo praticamente todos os trabalhadores da "Cooperativa" e tendo a frente a mesma presidente de décadas atrás, não justifica o direito de exigir a renovação de um contrato que até então não foi fiscalizado, mesmo porque há informações de que não tenha sido integralmente cumprido o anterior e os componentes dessa manifestação possivelmente nem saibam por quê e o quê estavam ali reivindicando.
Com certeza os motivos da manifestação exigindo a continuidade da parceria Recicla Ourinhos/SAE não foram a discussão sobre a regularidade da Cooperativa, que diga-se, mais funciona como uma empresa particular mantida pelo Poder Público, ou seja, dinheiro público, o que coloca em risco ou até mesmo o impedimento do contrato que deve sim ser fiscalizado tanto nas prestações de contas quanto na regularidade da Cooperativa primeiro, para depois a assinatura do contrato se tornar realidade. Diferente disso é imoral e ilegal a assinatura pretendida.
A população pagante tem o direito de saber, de ser informada sobre a regularidade e a prestação de contas da Cooperativa RECICLA OURINHOS em parceria com a autarquia SAE, assim como a regularidade na contratação, sendo certo serem milhões saídos e saindo dos cofres públicos que com certeza, em caso de irregular e desfeita a parceria, podem abastecer outras prioridades ou outras formas de destinação dos resíduos, no que, da mesma forma, estará o Município cumprindo com o dever social, empregando ou contratando o regular, legal e moral.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.