GIRO UOL 20/04/2017



GIRO  UOL
20/04/2017

Compra de MPs mesmo após Lava Jato
 
Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo
Em depoimentos ao Ministério Público, ex-executivos da Odebrecht afirmaram que, de 2005 a 2015, a empresa pagou propina, fez contribuições oficiais ou doou por meio de caixa dois para tentar influenciar o destino de pelo menos 20 atos do Legislativo e do Executivo, na maioria a edição e a aprovação de medidas provisórias.

Os últimos acertos relatados pela empresa ocorreram quando a operação Lava Jato já estava em andamento, como, por exemplo, a medida provisória 677 de 2015, que prorrogou contratos de energia de grandes indústrias no Nordeste. 
Delatores reforçam suspeita contra Lula
 
Beto Macário/UOL
Depoimentos de delatores da Odebrecht reforçam as suspeitas de que a construtora concedeu benefícios pessoais ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao realizar obras em um sítio em Atibaia (SP), usado pela família do petista, e ao comprar um terreno em São Paulo para abrigar o Instituto Lula.

As supostas ações da empreiteira em favor de Lula teriam ocorrido em 2010, quando o petista ainda ocupava a Presidência da República. 
Interrogatório de Palocci
 
Rodolfo Buhrer/Reuters
O ex-ministro Antonio Palocci vai ser interrogado hoje pelo juiz Sérgio Moro, em ação que investiga se ele recebeu propina da Odebrecht.

Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, também será ouvido, em ação sobre o tríplex em Guarujá (SP). 
Mudanças nas ciclovias
 
Ricardo Matsukawa/UOL
A gestão João Doria (PSDB) fará mudanças em ciclovias implantadas pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT), como remanejamentos e troca de parte das pistas exclusivas por ciclorrotas, caminhos sem a separação das bicicletas do restante do tráfego.

A primeira região a receber alterações será a Vila Prudente, na zona leste, onde a proposta deve ser apresentada a partir deste mês ao prefeito regional e aos ciclistas. O secretário de Transportes Sérgio Avelleda sinaliza também uma outra ciclovia que deve passar por mudanças: a da rua da Consolação, no centro, apontada por ele como extremamente arriscada na descida. 
Nova manifestação na Venezuela
 
Jose Luis Magana/AP
A oposição venezuelana convocou para hoje um novo protesto contra o presidente Nicolás Maduro, depois de uma gigantesca mobilização nesta quarta-feira (19), que causou a morte de três pessoas.

Com isso, sobe para oito o número de vítimas em três semanas de protestos da oposição para exigir eleições gerais e a saída de Maduro do poder, em meio a grave crise econômica e política que assola a Venezuela. 
Votação a jato
 
Nathan Lopes/UOL
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem, por 287 votos a 144, o regime de urgência para o projeto de lei da reforma trabalhista (PL 6787/16).

Um dia antes, o mesmo requerimento havia sido rejeitado por falta de votos, o que foi considerado uma derrota para o governo. A oposição protestou contra a nova votação. 
Sete vezes Cabral
 
Rafael Andrade/Folhapress
O ex-governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), preso desde novembro de 2016 sob acusação de corrupção, tornou-se réu pela sétima vez. O juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, aceitou denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o peemedebista.

Ele é acusado de fraude em licitações e recebimento de propinas de 5% sobre o valor das obras de reforma do Maracanã e no PAC das Favelas. 
'Quem vazou?'
 
Carlos Humberto/SCO/STF
O Supremo Tribunal Federal decidiu abrir uma sindicância interna para apurar o suposto vazamento de informações sobre os processos da Lava Jato que estão sob sigilo no tribunal.

Um grupo de trabalho composto por funcionários do tribunal deverá apresentar um relatório em 30 dias à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia. 
Recessão econômica
 
Getty Images
Estudo realizado pela Fundação Seade, a partir das informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), mostra que, após três anos de redução, a parcela de empregadas domésticas no total de mulheres que trabalham na região metropolitana de São Paulo voltou a crescer em 2016.

Essas trabalhadoras, primordialmente acima dos 40 anos e com pouca instrução, também estão ganhando menos e deixando de contribuir para a Previdência Social.
Libertadores
 
Jorge Adorno/Reuters
O Santos empatou com o Santa Fe em 0 a 0, nesta quarta-feira, no estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, pela Copa Libertadores da América. Apesar do jogo feio, o resultado mantém a equipe santista na liderança do grupo 2, com cinco pontos. Santa Fe e The Strongest seguem logo atrás, com quatro.

Pelo grupo 6, o Atlético-MG jogou uma partida cheia de erros e a falha do goleiro Giovanni foi decisiva para a derrota por 1 a 0 para Libertad, no Paraguai. Mesmo assim, o time mineiro ainda é líder da chave. 
Copa do Brasil
 
Daniel Vorley/AGIF
Pela Copa do Brasil, o São Paulo venceu o Cruzeiro em Belo Horizonte por 2 a 1, mas mesmo assim, foi eliminado, sendo a primeira queda de Rogério Ceni em uma competição como técnico. No primeiro jogo do mata-mata, no Morumbi, o São Paulo havia perdido por 2 a 0.

O Corinthians também foi eliminado da Copa do Brasil após empatar em 1 a 1 com o Internacional no tempo normal - mesmo resultado do jogo de ida -, o que levou a decisão para os pênaltis. O goleiro do Inter Marcelo Lomba defendeu dois e o jovem Guilherme Arana perdeu o último, o que deu a vaga para o time gaúcho. No outro jogo da noite, o Fluminense passou fácil pelo Goiás e venceu por 3 a 0.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.