Pai de ex-namorada de GM atingido por disparo de arma de fogo segue em estado grave



04/04/2017 
ESTÁ NA UTI

Pai de ex-namorada de GM atingido por disparo de arma de fogo segue em estado grave


Foto:   Ricardo Leandro Felippe

O pai de uma das ex-namoradas que o guarda municipal Ricardo Leandro Felippe feriu com disparo de arma de fogo segue internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Evangélico de Londrina. Ele foi atingido no braço e no tórax. 

A mãe e o avô dessa ex-namorada de Felippe que também foram atingidos já tiveram alta e foram liberados. A mãe foi atendida na Santa Casa com ferimentos nas costas e já foi liberada na manhã desta terça-feira (4). E o avô levou um tiro de raspão na região da cabeça, foi atendido na UPA Sol e liberado em seguida. 

O velório do adolescente, filho dessa ex-namorada, de apenas 16 anos, terminou e foi sepultado na tarde desta terça-feira.

A outra vítima que foi morta por Felippe, Ana Regina do Nascimento Ferreira, de 34 anos, está sendo velada na Igreja Batista, localizada na rua Serra da Tabatinga, 205, no Jardim Bandeirantes. O sepultamento será na quarta-feira (5), às 8h, em Ibiporã. 

Apresentação 

Ricardo Leandro Felippe será apresentado na 10ª Subdivisão Policial na manhã de quarta-feira, a partir das 9h30. Felippe foi autuado por posse ilegal de arma de fogo. 

Ele foi preso na manhã desta terça, em Maracaí, no interior de São Paulo, a 130 quilômetros de Londrina. Ricardo havia fugido com um veículo Peugeot de cor branca, o qual roubou após atirar contra o pai, a mãe, o avô e o filho de uma ex-namorada, no Jardim Leonor, zona oeste da cidade. 

O crime ocorreu no início da noite de segunda-feira (3). O adolescente, de 16 anos, morreu ainda no local. 

No período da tarde, Felippe matou a sócia de outra ex-namorada. Conforme a perícia do Instituto de Criminalística, foram três disparos de pistola, sendo um no rosto, um na mão e outro no peito. Ana Regina estava em sua empresa, no Jardim Guanabara, zona sul da cidade, quando o crime ocorreu. 

Em seguida, o guarda municipal roubou o carro da vítima, um Ônix de cor branca e se evadiu sentido avenida Higienópolis. Deixou o veículo próximo ao Jardim Shangri-lá e roubou um Honda Fit em seguida, o qual deixou no Jardim Leonor, local em que ocorreram os outros crimes.
Fernanda Circhia - Redação Bonde

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.