Pai de ex-namorada de GM atingido por disparo de arma de fogo morre no hospital



10/04/2017 
ESTAVA NA UTI

Pai de ex-namorada de GM atingido por disparo de arma de fogo morre no hospital

Resultado de imagem para Pai de ex-namorada de GM atingido por disparo de arma de fogo morre no hospital

O pai de uma das ex-namoradas do guarda municipal Ricardo Leandro Felippe, atingido por disparos de arma de fogo na última segunda-feira (3), não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde desta segunda-feira (10) no Hospital Evangélico de Londrina. 

Valdir Siena, de 58 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A morte foi confirmada pelo hospital, por volta das 14h. Valdir era pai de Rachel Espinosa. Foi atingido no braço e no tórax quando Ricardo invadiu a casa de Rachel e matou o filho dela, Vitor Espinosa, de 16 anos. 

A mãe e o avô de Rachel, que também foram atingidos por disparos de arma de fogo. A mãe foi atendida na Santa Casa com ferimentos nas costas e já foi liberada na manhã de terça-feira (4). E o avô levou um tiro de raspão na região da cabeça, foi atendido na UPA Sol e liberado ainda na segunda-feira (3).

Na ocasião, Ricardo matou, no período da tarde, Ana Regina do Nascimento Ferreira. Ela era sócia de outra ex-namorada do guarda municipal. 

Ele foi preso na manhã da última terça (4), em Maracaí, no interior de São Paulo, a 130 quilômetros de Londrina. Ricardo fugiu com um veículo Peugeot de cor branca, o qual roubou após atirar contra o pai, a mãe, o avô e o filho de uma ex-namorada, no Jardim Leonor, zona oeste da cidade.
Fernanda Circhia - Redação Bonde

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.