SUS começa a oferecer ioga, quiropraxia e reiki



SUS começa a oferecer ioga, quiropraxia e reiki
Por iG São Paulo (*) | 28/03/2017

Jorge Rodrigues Jorge/CZN
Agora é possível praticar ioga, quiropraxia e reiki pelo SUS, conforme anunciou o Ministério da Saúde

Além dessas, outras 12 terapias foram incorporadas aos serviços oferecidos pelo SUS; atividades como fitoterapia e homeopatia já estavam em prática

O Ministério da Saúde (MS) publicou nesta terça-feira (28) no Diário Oficial da União , uma portaria que inclui práticas como ioga, biodança, meditação e outros tipos de terapias ao Sistema Único de Saúde (SUS).


Essas terapias, agora, completam a lista que já tinha: homeopatia, medicina tradicional chinesa, medicina antroposófica, plantas medicinais e fitoterapia e termalismo social/crenoterapia.A medida veio aumentar o grupo de atividades que compunham a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares incorporadas pelo SUS . Entre os novos serviços que serão oferecidos estão: arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e ioga.

Medicinas tradicionais e complementares


De acordo com o texto, a pasta levou em consideração o fato de a Organização Mundial da Saúde incentivar a incorporação das chamadas “medicinas tradicionais e complementares” nos sistemas nacionais de saúde de seus países-membro. “Incentiva e fortalece a inserção, reconhecimento e regulamentação destas práticas, produtos e de seus praticantes nos sistemas nacionais de saúde”, informou o ministério.

Outro aspecto importante, segundo a pasta, é que diversas categorias profissionais no país reconhecem as práticas integrativas e complementares como abordagem de cuidado. Alguns estados e municípios, inclusive, já têm esse tipo de prática instituída em suas redes de saúde.

Ainda de acordo com o MS, as medicinas tradicionais e complementares são compostas por “abordagens de cuidado e recursos terapêuticos que se desenvolveram e possuem um importante papel na saúde global”.

Conheça mais sobre algumas dessas terapias:

Meditação:  A palavra “meditação” vem do latim “meditatum”, que significa ponderar. Trata-se da prática de concentração mental com o objetivo de harmonizar o estado de saúde.

Arteterapia:  Faz uso da arte como parte do processo terapêutico.

Reiki:  A técnica japonesa se baseia na prática de imposição das mãos por meio de toque ou aproximação para estimular mecanismos naturais de recuperação da saúde.
De acordo com o Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki, o método é um sistema natural de harmonização e reposição energética que mantém ou recupera a saúde. É um método de redução de estresse, captando, modificando e potencializando energia.
Reiki é uma palavra japonesa que identifica o Sistema Usui de Terapia Natural (Usui Reiki Ryoho), nome dado em homenagem ao seu descobridor, Mikao Usui. Rei significa universal e refere-se ao aspecto espiritual, à Essência Energética Cósmica que permeia todas as coisas e circunda tudo quanto existe. Ki é a energia vital individual que flui em todos os organismos vivos e os mantém.

Musicoterapia:  Usa a música e seus elementos como terapia, o som, ritmo, melodia e harmonia.

Tratamento naturopático:  É o uso de recursos naturais para recuperação da saúde. A naturopatia encara a doença como um processo: a prevenção, o combate das causas das doenças e a estimulação da inerente capacidade de cura do organismo. O método valoriza a integração das áreas da saúde, as terapias naturais, como também a inata "sabedoria" do corpo humano, determinada pelos genes e a evolução da espécie, para auxiliar no restabelecimento da saúde.

Tratamento osteopático:  É uma terapia manual para problemas articulares e de tecidos. A Osteopatia é fundamentada no exame clínico, através da anatomia, fisiologia e semiologia. Essa técnica é indicada para alterações dolorosas no sistema musculoesquelético, como é o caso das lombalgias, cervicalgias, hérnias de disco, dores de cabeça e nas articulações, alterações de sensibilidade e limitações articulares.

Tratamento quiroprático:  É a prática de diagnóstico e terapia manipulativa contra problemas do sistema neuro-músculo-esquelético. O objetivo do método é avaliar, identificar e corrigir as subluxações vertebrais e os maus funcionamentos articulares, que podem causar irregularidades no mecanismo da coluna e na função neurológica. Em vez de prescrever medicação, o profissional de quiroprática busca o funcionamento correto da mecânica do corpo e a nutrição adequada. O objetivo é corrigir a causa do problema e não os sintomas.

Mais informações sobre os serviços oferecidos pelo SUS no portal do Ministério da Saúde:  http://portalsaude.saude.gov.br  .

*Com informações da Agência Brasil
Fonte: Saúde - iG 

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.