HIV é eliminado do corpo de animais vivos pela primeira vez



HIV é eliminado do corpo de animais vivos pela primeira vez

Revista VEJA
HIV: o vírus cria reservas no organismo das pessoas infectadas, o que dificulta sua eliminação completa

HIV: o vírus cria reservas no organismo das pessoas infectadas, o que dificulta sua eliminação completa (Thinkstock/VEJA)

Os pesquisadores americanos, donos da descoberta, esperam conseguir realizar testes em humanos até 2020

Ao que tudo indica, pesquisadores americanos deram um grande passo rumo à cura para o HIV: a eliminação do vírus em animais vivos.
De acordo com informações  da Temple University, Filadélfia, Estados Unidos,  um estudo realizado pelos cientistas da Lewis Katz School of Medicine (LKSOM, que faz parte da Instituição) em parceria com a Universidade de Pittsburgh, conseguiu eliminar totalmente o vírus de camundongos que haviam recebido células humanas infectadas com HIV.
“A equipe é a primeira a demonstrar que a replicação do HIV-1 pode ser completamente suprimida e o vírus é eliminado de células infectadas em animais com uma poderosa tecnologia de edição de genes conhecida como CRISPR/ Cas9”, segundo informações do site.

O trabalho foi coordenado por Wenhui Hu, MD, PhD e atualmente professor associado no Centro de Pesquisa de Doenças Metabólicas e do Departamento de Patologia da LKSOM; Kamel Khalili, Ph.D., Laura H. Carnell professora e presidente do Departamento de Neurociências, diretora do Centro de Neurovirologia e diretora do Centro Compreensivo de NeuroAIDS da LKSOM; e por Won-Bin Young, PhD.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.