Tentativa de manifestação promovida por Capitão Augusto é frustrada por falta de público aderente

Tentativa de manifestação promovida por Capitão Augusto é frustrada por falta de público aderente

Deputado federal não tem voz junto a população que cansou de apenas promessas e não o considera seu representante


Parece que todo o esforço e os elevados gastos públicos com publicidade e pessoal não estão fazendo as vezes da devida contrapartida aos cofres da União, - dinheiro do povo - não bastando chamar a todos de "BANDIDOS" em seus órgãos de imprensa para se erguer, ou sair do fundo do poço político em que se meteu buscando desesperadamente uma reeleição inatingível se depender do povo de Ourinhos e região. 


Como está evidente, manifestantes de Ourinhos levantaram a bandeira contra o SIM declarado por Capitão Augusto, assim como muitos outros deputados, na Reforma Trabalhista, mas que em especial o deputado que teve maior votação na região de Ourinhos, votação esta que frustrou os anseios populares, dilacerando as entranhas dos esperançosos em ter um representante digno na Câmara dos Deputados, o sonho se foi logo nos primeiros meses de mandato, permeado de mentiras e uma avalanche de promessas não cumpridas desde os palanques.


O povo de Ourinhos e região perdeu seu voto, perdeu suas esperanças e ficou, ainda, com uma "baita" conta para continuar a pagar com seu suor e até com seu próprio sangue, haja vista a falta de contrapartida válida aos cofres públicos, ou seja, o povo paga por sua escolha infeliz, por acreditar em promessas vãs que, ao contrário, não só não está com o povo como vota contra o povo, contra toda população brasileira já tão explorada e escravizada pelos governos. 


É sabido que os deputados federais custam aos cofres públicos, cada um, quase um milhão de reais mensais, o que torna praticamente impossível, infelizmente, uma contrapartida digna, e é, dessa forma, cristalino o  fato de até o momento ter o referido deputado causado prejuízos inacabáveis a região, sendo Ourinhos a cidade mais atingida, mais explorada por suas promessas não cumpridas.


A falta de trabalho que evidenciasse seu nome político tornou possível uma pequenina manifestação pública na semana passada, realizada no trevo do Jardim Itamaraty em Ourinhos, fato acompanhado por cerca de 50 funcionários de seu escritório político e um representante da AERO, contando com a assessoria de imprensa também de sua folha de pagamento, para "lutar" pela melhoria na travessia da Rodovia Mello Peixoto, um movimento pífio de repercussão pífia, que nenhum benefício trouxe a cidade de Ourinhos, ao bairro Itamaraty, seu discurso foi ouvido por seus próprios funcionários, sem a participação até mesmo do vereador do PR, que representaria o Legislativo Municipal.   

Como disse a internauta no print acima, o povo de Ourinhos e região se lembrará dessa falta de representatividade, da frustração que está sendo vítima, assim como o povo brasileiro, dessa traição aos seus princípios, pois um eleito é para representar o povo e não os seus próprios interesses.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.