Vacinação contra gripe inclui professores em grupo prioritário; campanha vai até dia 9 de junho



Vacinação contra gripe inclui professores em grupo prioritário; campanha vai até dia 9 de junho


A campanha de vacinação contra a gripe deste ano incluiu os professores de toda a rede de educação no grupo prioritário de imunização. Os profissionais da educação do estado, município e privada devem procurar qualquer Unidade Básica de Saúde munidos de um comprovante da profissão (holerite, crachá, carteira profissional). A campanha se estende até 9 de junho.
“Pela primeira vez, a Saúde está vacinando os professores contra a influenza. Pois eles têm contato com dezenas de alunos diariamente, ficando expostos à contaminação” explica a Secretária de Saúde Cassia Palhas
Além dos professores fazem parte do grupo prioritário crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, população carcerária, funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais com prescrição médica apresentada no ato da vacinação. Policiais militares e civis, bombeiros, funcionários do Poupa Tempo, Correios e Defesa Civil também têm prioridade.

A vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde protege contra os três subtipos do vírus da gripe (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). A vacina contra influenza é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. 

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.