Saúde e Educação selecionam trabalhos para a formação da equipe de Apoiadores Mirim



Saúde e Educação selecionam trabalhos para a formação da equipe de Apoiadores Mirim


         As Secretarias da Educação e da Saúde selecionaram na manhã de terça-feira (30), os 32 trabalhos de redação e desenho dos alunos da rede municipal para a formação da turma de Apoiadores Mirim. Eles serão capacitados e ficarão responsáveis por divulgar ações em prol da saúde e do meio ambiente na comunidade em que vivem.
         Alunos de 10 escolas participaram da produção dos trabalhos que tiveram como tema o meio ambiente. Eles tiveram que usar a criatividade para criar uma imagem e escrever um texto sobre o assunto. Cada escola teve 10 trabalhos selecionados, sendo que do total, 32 foram escolhidos para compor a lista de Apoiador Mirim. Apesar da seleção de trabalhos, todos os estudantes estarão envolvidos diretamente nas atividades de disseminação de informações.


         A secretária de Saúde, Cássia Palha, fala que o projeto é valioso já que as crianças hoje são as verdadeiras multiplicadoras de conhecimento.  “A criança quando é encarregada de disseminar algo que aprendeu cobra do pai, do vizinho, da mãe, do tio, da tia. Então, esses apoiadores serão de extrema importância na rotina da sociedade para lembrar de ações importantes que estão relacionadas a saúde, como a prevenção e a higiene”, comenta.
         O secretário de educação, Wilson Moraes explica que para a realização das atividades do projeto, a secretaria de Saúde enviará agentes técnicos para capacitar esses 32 alunos que depois vão passar a desenvolver ações de divulgação. Ele ressalta não só o conhecimento como ponto positivo, mas também o envolvimento e a participação dessas crianças em projetos educativos. “As crianças gostam de participar e de se sentirem responsáveis. Isso é positivo, porque mobiliza a todos”, diz.
Escolhidos os 32 trabalhos, agora a equipe fará a convocação dos estudantes, que serão autorizados pela família a participar da ação, terão seus uniformes produzidos, além de serem apresentados às autoridades. A data ainda não foi divulgada.

         “Quem melhor fala dentro da comunidade se não as crianças? São elas que dão importância para aquilo que é ensinado. Elas fazem questão de ensinar o que aprenderam de bom. Tudo de bom que queremos que aconteça no mundo deve ser começado com elas, pois elas são as principais propagadoras de conhecimento”, afirma o secretário.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.