Com consultoria, Meirelles recebeu R$ 217 milhões, boa parte no exterior


Informação privilegiada

Com consultoria, Meirelles recebeu R$ 217 milhões, boa parte no exterior

Jornal GGN - Com uma empresa de consultoria, Henrique Meirelles recebeu, 3 meses antes de assumir o Ministério da Fazenda do governo Michel Temer, R$ 167 milhões em conta no exterior. Quando já era titular da Pasta, lucrou mais R$ 50 milhões.
Os valores foram revelados pelo portal BuzzFeed, nesta quarta (26). O veículo acessou documentos públicos produzidos pela empresa de Meirelles, a HM&A, que estão registrados na Junta Comercial de São Paulo.
A reportagem mostra, no mínimo, uma contradição do ministro da Fazenda, que apela para que investidores mantenham seus recursos no Brasil quando ele preferiu receber no exterior.
"Procurado, o ministro afirmou que os pagamentos foram feitos fora do país porque seus contratantes eram empresas globais", apontou o jornalista Filipe Coutinho.
"Meirelles, agora ministro, disse em nota que 'confia integralmente nas instituições financeiras brasileiras e aconselha investidores a deixar seus recursos no Brasil porque o país oferece melhores relações de risco/retorno'", acrescentou.
"Disse, ainda, que os R$ 167 milhões referem-se a serviços prestados nos últimos anos, mas só pagos em 2015, com valores compatíveis ao do mercado. Meirelles diz ainda que confia nas instituições brasileiras e que hoje os valores estão num fundo de investimento mantido no Brasil", resumiu.
A matéria ainda conta que Meirelles começou a transferir os recursos do exterior para um fundo de investimento no Brasil em fevereiro de 2016, quando o processo de impeachment de Dilma Rousseff estava avançado e ele passou a ser cotado para assumir a Fazenda.
Do lucro total de R$ 215 milhões referentes a serviços prestados ao longo de 4 anos, Meirelles pegou para si, em 2015, R$ 167 milhões. 
Entre as empresas que contrataram Meirelles estão as norte-americanas Lazard e KKR, e a brasileira J&F, que controla a JBS e Friboi.
Em setembro de 2016, Meirelles recebeu mais valores, já como ministro da Fazenda.
"O valor do lucro de apenas quatro meses do ano de 2016 foi de R$ 50 milhões. Nesse caso, a distribuição foi por meio da transferência para Meirelles da custódia de cotas da sua empresa no fundo de investimento cujo nome completo atual é: "Sagres Fundo de Investimento Multimercado Crédito Privado Investimento no Exterior".
"A posição de Meirelles nesse fundo é relevante. Segundo dados da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), eram apenas três cotistas naquele mês_ duas pessoas jurídicas e uma pessoa física, que possuía 68% do patrimônio. O fundo, aliás, tinha como patrimônio líquido R$ 77 milhões em setembro de 2016", acrescentou o portal.
Só em outubro de 2016, 5 meses após entrar para o governo Temer, "Meirelles deixou oficialmente de ter uma empresa de consultoria para megaempresários". No papel, a HM&A passou a "administrar bens, alugar e comprar imóveis, além de fazer investimentos".

Jornal GGN

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.