Corte de orçamento da PRF deixa estradas mais desprotegidas e perigosas


Corte de orçamento da PRF deixa estradas mais desprotegidas e perigosas




O corte de verbas para a Polícia Rodoviária Federal tem provocado medo entre motoristas que ciruculam pelas rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul. Isso porque a fiscalização ficou comprometida.

No estado muitas viaturas tem no máximo R$ 400 para custear o abastecimento até o fim do mês. Em todo o Brasil o corte no financeiro da PRF foi de 44%, valor que representa R$ 200 milhões a menos.

Em Mato Grosso do Sul o medo é ainda maior nas regiões de fronteira. "Muito inseguro pra nós. Uma ameaça, porque Mato Grosso do Sul é um corredor do tráfico, né?", afirmou a professora Maria de Fátima Moraes.


"A patrulha ordinária, aquela realizada todo dia para enfrentamento a ilícitos e também pra prevenir acidentes ao longo das rodoviais de toda rodovia, não será realizado apenas em caso de emergencia", explicou Klerisson Loureiro.

"Pessoal aproveita que já não tem polícia e já faz ultrapassagem onde não deve, anda de qualquer jeito, principalmente quem gosta de tomar uma", contou João Paulo Sacchi.

Do G1



Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.