Músicos participam do curso de Prática de Choro



Músicos participam do curso de Prática de Choro


A primeira aula do curso de Prática de Choro reuniu na manhã de segunda-feira (24), no centro Cultural Tom Jobim cerca de 40 músicos de Ourinhos de região. Ministrado pelo professor Leandro Oliveira, o workshop ocorre até 29 de julho e faz parte da programação do 17º Festival de Música de Ourinhos.  De acordo com o professor Leandro Oliveira, a ideia principal do curso é a prática do repertório de choro.


“Foi preparado um repertorio e distribuído aos alunos. Nós vamos tocar e tentar sentir como é a vivência da roda de choro, dando dicas através da minha vivência como músico em São Paulo, como são as rodas de lá, um pouco de tudo sobre o choro”,  explica.


Marlon Prado, músico violonista, nasceu em Ourinhos mas reside atualmente em Pipa (RN). Ele veio visitar a família e também participar do festival. “Gostei muito do show de ontem, o festival dá uma energia muito legal para a cidade. E agora começa esse clima onde os outros músicos começam a se conhecer e interagir, a trocar informações, coisas que só o festival proporciona”, comenta.

O EVENTO 

O Festival de Música terá 13 apresentações gratuitas até dia 28 de julho, no Teatro Municipal Miguel Cury e na Rua Euclides da Cunha. Este ano, por determinação do Prefeito Lucas Pocay, o Festival de Música será totalmente gratuito. Além dos shows diários também serão realizados workshops instrumentais ministrados por músicos renomados, com aulas dinâmicas que vão agregar prática e conhecimento. Os interessados podem ser inscrever no site http://brasilinstrumental.com/fmo.html
O evento também vai promover as tradicionais “canjas”. O Choro de Cordas ocorre de segunda (24) à quinta (27), a partir das 22h, no Bar Sete Cordas. A canja de JAZZ será nos mesmos dias e horário, no Salão localizado na rua Antônio Carlos Mori, 46 ao lado da Marvi.


Choro de Cordas e Jazz retornam na sexta feira (28), encerramento do festival, às 20h, em três lugares: Bar Sarau, Hamburgueria Django e Edgar Allan Pub, todos localizados no início da Rua Antônio Carlos Mori. Na sequência, às 23h, o Trio Macaíba encerra oficialmente o evento com show a céu aberto na Rua Antônio Carlos Mori (altura da CPFL) tocando o legítimo forró pé de serra. Mais informações sobre o festival no site http://brasilinstrumental.com/fmo.html.


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.