Navio com 70 pessoas a bordo naufraga no Pará e deixa ao menos sete mortos



Navio com 70 pessoas a bordo naufraga no Pará e deixa ao menos sete mortosPor iG São Paulo * | 23/08/2017

Reprodução/Twitter
Trecho do rio Xingu; foi nesse rio onde aconteceu o naufrágio de uma embarcação no Pará

Embarcação saiu do município de Santarém no início da noite desta terça-feira; acidente aconteceu entre Porto de Moz e Senador José Porfírio

Pelo menos sete vítimas morreram depois que uma embarcação com cerca de 70 pessoas a bordo naufragou, na noite desta terça-feira (22), no Pará. O acidente aconteceu entre as cidades de Porto de Moz e Senador José Porfírio, no sudoeste do estado. 

O navio "Comandante Ribeiro" saiu do município de Santarém, às 18h da última segunda-feira (21) rumo à cidade de Vitória do Xingu, no Pará .

Além dos sete corpos que foram retirados do local do acidente, outras 25 pessoas foram resgatadas com vida. Entre as vítimas , estão um adolescente e uma criança de um ano. Não há informações sobre a identidade das vítimas.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), trabalham no resgate das vítimas do naufrágio as Defesas Civis Municipais de Belém, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu. A Polícia Civil já investiga as causas do naufrágio.

Conheça o maior naufrágio na costa brasileira

No ano passado, completou-se 100 anos do maior naufrágio já ocorrido na costa brasileira. O transatlântico espanhol Príncipe de Asturias naufragou no litoral paulista, em 5 de março de 1916.

O acidente, na época, deixou centenas de vítimas. Segundo os números oficiais, 445 pessoas morreram.

Construído em 1914, o mais luxuoso transatlântico espanhol tinha 150 metros de comprimento, pesava 16,5 mil toneladas e possuia a capacidade para transportar 1.900 passageiros a uma velocidade máxima de cerca de 33 quilômetros por hora. A quem se refira a esse navio como "o Titanic espanhol".

Desaparecidos

Sobre a embarcação que naufragou no Pará nesta quarta-feira, ainda não há informações sobre o tamanho do navio ou sobre quantas pessoas poderiam ser comportadas no transporte. Além das sete vítimas fatais e os 25 que foram resgatados com vida, os outros 38 passageiros que estavam a bordo estão desaparecidos.

* Com informações da Agência Brasil.
Fonte: Último Segundo - iG

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.