Santa Casa recebe mais de R$ 2,3 milhões por mês de dinheiro público



Santa Casa recebe mais de R$ 2,3 milhões por mês de dinheiro público
Resultado de imagem para santa casa de ourinhos

População espera um melhor atendimento por parte da Santa Casa

Apesar de receber mais de R$ 2,3 milhões por mês entre recursos do município e do governo federal, a direção da entidade tem sido cobrada pela população e pelos vereadores devido as dificuldades de atendimento no hospital, em especial para conseguir vagas de internação. Cada vez mais os ourinhenses afirmam que a Santa Casa parece ter se tornado um hospital particular.
Só da Prefeitura de Ourinhos, a Santa Casa recebeu quase meio milhão por mês (R$ 490 mil), por ano serão quase R$ 6 milhões, para que possam ofertar um atendimento de qualidade para população que necessita.
Nesses números contabilizados não estão incluídos as emendas destinadas a entidade por Deputados Estaduais e Federais, que tornam a quantidade de recursos públicos recebidos pelo hospital ainda maiores. Só neste ano receberam 1,2 milhão de emendas.
Vale lembrar que de acordo com Resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM nº 2079 de 14/8/2014), pacientes devem permanecer na UPA no máximo 24 horas. Em casos graves a responsabilidade da internação passa a ser do hospital de referência (no caso de Ourinhos é a Santa Casa).
De acordo como Artigo 13 da mesma resolução “Pacientes instáveis, portadores de doenças de complexidade maior que a capacidade resolutiva da UPA, em iminente risco de vida ou sofrimento intenso, devem serimediatamente transferidos a serviço hospitalar após serem estabilizados, se necessário utilizando a ‘vaga zero’”. Ou seja, a Santa Casa não pode alegar falta de vagas, sendo sua obrigação receber os pacientes.
Por outro lado, a Prefeitura de Ourinhos está melhorando cada vez mais o atendimento na saúde pública e vem recebendo aprovação dapopulação.

Em menos de um ano, a administração do Prefeito Lucas Pocay já inaugurou o Pronto Atendimento no Postão até as 23h, o Pronto Atendimento da Cohab até as 24h, aumentou a distribuição dos medicamentos, melhorou o transporte dos pacientes que se tratam em outras cidades, iniciou os mutirões de cirurgias eletivas, implantou um sistema inovador de realização de exames laboratoriais que são feitos e entregue o resultado para o paciente no mesmo dia, regularizou a distribuição de medicamentos, isso sem falar da recente inauguração do Ambulatório do Bebê, entre outras ações.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.