Moro manda Polícia Federal tirar lacre do acervo de Lula


AK 47 liberado para presentes...
Moro manda Polícia Federal tirar lacre do acervo de Lula
Por iG São Paulo | 09/11/2017
Acervo de Lula tem taças dadas por Aécio Neves, capacete de Ayrton Senna e até fuzil AK-47
Reprodução
Acervo de Lula tem taças dadas por Aécio Neves, capacete de Ayrton Senna e até fuzil AK-47

Pertences do ex-presidente estão armazenados em dez contêineres na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC; coleção inclui presente de Aécio, capacete de Ayrton Senna, camisetas de futebol e até mesmo um fuzil AK-47

O juiz Sérgio Moro determinou que a Polícia Federal retire o lacre do acervo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , que foi apreendido em razão da ação penal da Lava Jato sobre o tríplex no Guarujá (SP) e está armazenado na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. 

O acervo de presentes recebidos por Lula  durante os seus dois mandatos na Presidência da República (entre 2003 e 2010) ocupa um total de dez contêineres na sede do sindicato e inclui mais de 9 mil peças.

Em seu despacho, assinado no último dia 30, o juiz da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba destacou que a liberação do acervo já havia sido autorizada em julho, quando Moro inocentou Lula das acusações de lavagem de dinheiro e corrupção decorrente do aporte de R$ 1,2 milhão da empreiteira OAS para manter os presentes do petista. Ainda assim, os advogados de Lula e do Sindicato dos Metalúrgicos alegavam que o lacre ainda não fora retirado.
As acusações acerca do armazenamento do acervo presidencial constavam da denúncia oferecida pela força-tarefa da Lava Jato sobre vantagens supostamente indevidas pagas pela OAS ao ex-presidente – que incluíam a compra e reforma do tríplex no Guarujá.  Moro condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão pelo episódio envolvendo o apartamento, mas inocentou o petista e o presidente do instituto do petista, Paulo Okamotto, pelas suspeitas envolvendo o acervo. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ainda pode revisar essas sentenças.

Fuzil e presente "do amigo Aécio"


De acordo com Okamotto, responsável por entregar a relação de bens de Lula à Justiça, o acervo do ex-presidente inclui 369 mil cartas, cerca de 10 mil livros e mais de 15 mil discursos. 

Entre os presentes, há peças como um capacete do piloto Ayrton Senna, doado pelo instituto administrado pela família do atleta; e um fuzil AK-47 usado por guerrilheiros socialistas de El Salvador, cujo remetente não foi informado.

Também consta no acervo um par de taças de vinho enviado no Natal de 2003 pelo hoje senador Aécio Neves (PSDB-MG). As peças estão acompanhadas do seguiinte bilhete: " Caro presidente e amigo Lula, com meus cumprimentos pelo êxito do primeiro ano, sugiro-lhe um brinde nas taças de estanho de São João Del Rei. Sob a inspiração da história e da poesia de Minas. Tenha um Feliz Natal e um grande 2004, extensivos a D. Marisa. Do amigo Aécio ".

No início deste ano, os advogados do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC chegaram a informar à Justiça que o lacre imposto pela PF ao acervo de Lula foi parcialmente rompido "em virtude de um forte temporal" em São Bernardo do Campo. Na ocasião, Moro autorizou que parte dos petences do petista fossem realocados em um galpão.

Fonte: Último Segundo - iG 

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.