Secretaria Municipal de Segurança Pública já começa a surtir efeitos positivos



SEGURANÇA PÚBLICA
         Secretaria Municipal de Segurança Pública já começa a surtir efeitos positivos


         Projeto une Secretarias para incentivar recreação e evitar invasão de escolas.
  
         Levantamento da Secretaria Municipal de Segurança Pública constatou que, das 27 ocorrências registradas nos últimos 30 dias pela Central de Videomonitoramento, 18 foram de crianças e jovens invadindo escolas em busca de recreação nos parquinhos ou quadras de futebol.
         Com os dados em mãos, o Prefeito Lucas Pocay determinou a criação de um projeto para incentivar a recreação nas escolas e zerar esse tipo de ocorrência. Para Lucas, esta é uma medida que visa transformar invasões em ações de cidadania.
         “Nós percebemos que o relatório apresentou um número expressivo de casos de jovens que invadem as escolas para fazer uso da quadra esportiva. Pensando nisto, acreditamos que precisamos acolher esses jovens para que eles possam praticar esporte sem ter que pular muros ou serem flagrados pelas câmeras de segurança cometendo alguma infração”, explica o Prefeito.
         O projeto vai unir as Secretarias de Educação, Segurança Pública e Esporte, e será desenvolvido de acordo com o espaço existente em cada escola. A prática esportiva que será desenvolvida em cada unidade será definida em reunião entre representantes das escolas, professores, pais de alunos e estudantes.
         O Secretário de Segurança Pública, Coronel Wagner Soares, afirma que os dados do relatório da Central de Videomonitoramento apresentaram dados positivos desde o início das atividades.
         “Dos 27 casos que foram registrados, 18 se tratam de jovens que invadiram escolas para recreação. Neste contexto, vamos trabalhar em parceria para que esses jovens sejam bem recebidos e serem inseridos à prática esportiva. Quanto ao restante, tivemos uma queda no registro de furtos que em pouco tempo passou de 2 furtos por semana a zero nos últimos 15 dias. Isso significa que os resultados do trabalho da Central de Videomonitoramento tem obtido 100% de êxito”, avalia.
         O levantamento mostra que a maior parte das invasões ocorreu aos finais de semana e feriados. Seguindo o protocolo do trabalho que é realizado pela Central, os jovens foram orientados a sair da unidade escolar por meio de sirenes. Nos casos que a sirene não foi suficiente, Coronel Wagner Soares, com o Secretário Adjunto Thiago Côrtes, e agentes de segurança estiveram nos locais pessoalmente para identificar a situação e orientar os jovens.


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.