Vídeo mostra ambulantes sendo cercados e agredidos por PMs no Centro de SP

Vídeo mostra ambulantes sendo cercados e agredidos por PMs no Centro de SP
https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/ambulantes-sao-cercados-e-agredidos-por-pms-durante-operacao-no-centro-de-sp.ghtml
Por Andressa Rogê, SP2, São Paulo















Imagens mostram um vendedor ambulante levando 'gravata' de PM e homem com a cabeça ensaguentada após ação policial no Centro de SP (Foto: Reprodução/TV Globo)

Ação foi filmada e teve ambulantes agredidos com cassetetes. Um deles ficou com a cabeça ensanguentada. PM disse que policiais foram hostilizados e agiram em legítima defesa.


Um grupo de ambulantes foi cercado e agredido com cassetetes por policiais militares na tarde desta segunda-feira (20) durante uma operação no entorno do Terminal Dom Pedro II, na região central da capital paulista. O tumulto ocorreu por volta de 16h, conforme mostrou o SP2.

A reportagem flagrou em vídeo o momento em que um homem que tentava levar embora o carrinho de milho verde foi imobilizado com uma gravata e recebeu golpes de cacetete. Ele ficou imobilizado por alguns minutos e o carrinho foi apreendido.

Outro ambulante ficou machucado com sangramento na cabeça e disse ter sido vítima da ação dos policiais.

"Eu estava trabalhando como ambulante, eu sou ambulante, aí eu tava correndo com a minha mercadoria. Eu tava tentando levar a minha mercadoria. Um deles [policial] deu duas pauladas, uma cabeça e outra aqui. E quebrou a minha cabeça”, disse Ivanildo Moreira de Castro, que trabalha como servente de obras e vende chocolates e cigarros aos feriados e aos fins de semana.

Sem perceber que estava sendo gravado, o comandante da operação deu a entender que o ambulante se feriu numa queda. “O pessoal que corre. Aí, cai e machuca...”, disse o policial. Os policiais ofereceram carona a Ivanildo para levá-lo ao hospital, mas ele disse ter medo e afirmou que preferia ir com a família.

A Polícia Militar disse que os PMs que atuaram na operação agiram em legítima defesa porque foram hostilizados e agredidos por um ambulante. A corporação também informou que vai analisar o vídeo para verificar a conduta dos policiais envolvidos.

Em relação à mercadoria apreendida, a Prefeitura Regional da Sé informou que todos os produtos lacrados e com nota fiscal podem ser retirados, com exceção dos produtos perecíveis.

Comerciantes revoltados

As lojas do entorno do terminal fecharam as portas após a ação. Comerciantes e ambulantes ficaram revoltados. “O Brasil tá em crise, ninguém tem dinheiro pra nada. Todo mundo está vendendo as coisinhas aí na rua aí, ó. Todo mundo trabalhando. O cara lá, ó, só não perdeu o carrinho por causa de nós, filma lá”, disse um comerciante que não se identificou.

Depois da confusão, os policiais permaneceram no local e outros ambulantes voltaram a vender mercadorias.

Do G1

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.