Sem operar desde a inauguração, terminal rodoviário de Canitar abriga até um bar

Sem operar desde a inauguração, terminal rodoviário de Canitar abriga até um bar
Por G1 Bauru e Marília



Apenas o comércio funciona no local inaugurado em 2012 e que custou mais de R$ 400 mil aos cofres públicos. Moradores que precisam do transporte público reclamam da falta de estrutura nos pontos.



Moradores de Canitar aguardam há pelo menos cinco anos o funcionamento do terminal rodoviário da cidade, que apesar de ter sido inaugurado em 2012 e ter custado mais de R$ 400 mil, até hoje não começou a operar. Além disso, ao invés de ônibus, os passageiros encontram um bar funcionando no local.

Atualmente, quem precisa pegar ônibus em Canitar aguarda em pontos espalhados pelas ruas. Alguns têm cobertura, mas outros não oferecem nenhum conforto ou estrutura aos passageiros.

"Ainda mais com criança, já é meio complicado, às vezes passa carro, às vezes o ônibus não vê passa direto", reclama a dona de casa Débora Estavan da Silva.

Enquanto isso, o prédio novinho da rodoviária, que tem 1 mil metros de área construída e fica na entrada da cidade, não é usado para essa finalidade. Quem passa em frente percebe que o lugar é ocupado aos fins de semana.


Mesas de bilhar foram colocadas dentro do prédio construído com dinheiro público (Foto: TV TEM/Reprodução)

No salão principal tem mesa de bilhar e tacos. A rodoviária ainda não recebeu ônibus, mas, há alguns dias passou a funcionar como um bar. Em um dos espaços tem até garrafas de bebidas para serem vendidas.

O prédio construído com dinheiro público para melhorar a vida de quem depende do transporte coletivo até agora só recebeu clientes no estabelecimento. Em 2015, uma reportagem da TV TEM mostrou a situação do prédio. O estado custeou R$ 329 mil e o município R$ 80 mil, totalizando R$ 409 mil pela obras.


Na época, a prefeitura afirmou que faltavam tubulações de esgoto no local. Segundo o prefeito Anibal Feliciano, a falta de dinheiro atrapalhou a conclusão da rodoviária, mas a promessa é de que em 2018 tudo será resolvido.



"Com a queda na arrecadação, não conseguimos concluir as obras este ano. Mas até o dia 20 de fevereiro a rodoviária estará funcionando", prometeu o prefeito.

Passageiros reclamam que pontos de ônibus não oferecem estrutura (Foto: Reprodução/TV TEM)
Sobre o bar em funcionamento no prédio, o prefeito disse que comerciante vai pagar aluguel de R$ 400 por mês, mas descumpriu um acordo de somente funcionar quando a rodoviária de fato já estivesse operando. Feliciano disse que já determinou o fechamento do comércio.

Com bar ou sem bar, a Josiane Aparecida Firmino não vê a hora de usar rodoviária de Canitar. Sem o terminal funcionando, quem precisa viajar para cidades distantes tem encontrado dificuldades.

"A gente vai viajar, aí tem que pegar [ônibus] lá no trevo, ou ir até Ourinhos, dependendo do ônibus linha direta não passa aqui dentro, muitas vezes eu viajo para Bernardino de Campos e pego no trevo”, reclama a dona de casa.


TV TEM flagrou produtos à venda dentro do bar montado na rodoviária (Foto: Reprodução/TV TEM)

G1

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.