REEDUCANDOS DO CR DE OURINHOS REALIZAM MELHORIAS A MAIS UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO



REEDUCANDOS DO CR DE OURINHOS REALIZAM MELHORIAS A MAIS UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO




A parceria entre as Secretarias da Administração Penitenciária (SAP), da Educação e a de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, trouxe melhorias significativas para mais

 uma escola de Ourinhos. A Escola Estadual Josepha Cubas da Silva é a 4ª Escola que recebe o projeto, que além de proporcionar o bem estar de funcionários e alunos, também qualifica os reeducandos como pintores prediais e, futuros microempreendedores individuais.



O projeto do Governo Estadual, através do programa Via Rápida Expresso, ofereceu a qualificação a 25 reeducandos do regime semiaberto do Centro de Ressocialização de Ourinhos,

 entre os dias 15 e 26/01/2018, com aulas teóricas e práticas, totalizando 100 horas/aulas. Com o certificado também será possível a remição de penas, pois a cada 12 horas eles têm o direito a um dia de remição.



No último dia do curso foi realizada a cerimônia de formatura e a entrega dos certificados aos alunos participantes. A Escola, satisfeita com o resultado alcançado, presenteou os reeducandos, parabenizando-os pelo excelente trabalho desenvolvido, oferecendo um coffee break aos convidados e formandos. 

Além disso, houve uma apresentação musical por dois reeducandos.
“... gostaria de agradecer aos integrantes do CR pelo capricho, a educação, compromisso e o respeito com que os trabalhos foram realizados desde o primeiro dia na nossa escola, transformando as dependências externas da nossa escola, que estavam há mais de cinco anos sem manutenção de pintura...” são as palavras da diretora da Escola Josepha Cubas, Professora Maria Cleide Pereira Moreno.



“... somos todos agraciados com esse projeto, temos a certeza que cada aluno, funcionário e a comunidade escolar, ao adentrar no prédio, poderão observar uma escola nova, limpa e alegre...” relata a vice diretora da Escola, professora Maria de Fátima Gonçalves, que acompanhou dia a dia os trabalhos.






“... ao observar o antes e depois das paredes que foram restauradas na escola, eu refleti a importância deste certificado que estamos recebendo, pois se uma parede inanimada e sem vida pode ter uma nova cara ao receber massa corrida, lixa e tinta, nós também podemos ter uma nova oportunidade, uma nova cara, e que este certificado seja uma chave para a abertura de muitas outras oportunidades em nossas vidas, no caminho da ressocialização e reintegração à sociedade, que é o nosso objetivo...”, declama o reeducando M.D.S. em nome de todos os formandos.


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.