Transferência das Seções do Submarino Riachuelo



MARINHA DO BRASIL

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA


 
Brasília-DF. 
Em 14 de janeiro de 2018.
 
 
 
Transferência das Seções do 
Submarino Riachuelo
 
    Passagem do Submarino pelo túnel do Complexo Naval de Itaguaí

A Marinha do Brasil (MB) e a empresa Itaguaí Construções Navais (ICN) transferiram, neste final de semana, para o Estaleiro de Construção, na Ilha da Madeira, no Complexo Naval de Itaguaí, três seções unidas do S40 Riachuelo, o primeiro submarino convencional do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB). 

O programa prevê outras três unidades convencionais e o primeiro submarino brasileiro com propulsão nuclear.
 
     Entrada do Submarino no Main Hall do Estaleiro de Construção
 
O trajeto, de cerca de cinco quilômetros, foi percorrido em 11 horas, começando na Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), que também fica em Itaguaí. A operação logística exigiu um planejamento de meses e incluiu a retirada de trechos da rede elétrica. Neste domingo, ocorreu a etapa mais complexa da operação, com interrupções pontuais do tráfego na BR-493, para dar passagem ao veículo especial (prancha móvel) de 320 rodas que transportou as 619 toneladas das três seções, com 39,86 metros de comprimento e 12,30 metros de altura.
 
As duas seções restantes do Riachuelo, pesando 487 toneladas e medindo 30 metros, serão, em breve, transferidas, separadamente, para o Estaleiro de Construção, onde o submarino entrará em montagem final, a fim de ser lançado ao mar no segundo semestre de 2018.

Submarino no interior do Main Hall do Estaleiro de Construção
 
 
CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.