Alckmin demite PM acusado de desviar R$ 200 milhões



Alckmin demite PM acusado de desviar R$ 200 milhões

O Antagonista 

Geraldo Alckmin publicou hoje no Diário Oficial a demissão do tenente-coronel da reserva José Afonso Adriano Filho, acusado de ter desviado R$ 200 milhões dos cofres públicos entre 2005 e 2012.
Adriano Filho foi chefe do setor de licitações do comando-geral da Polícia Militar de São Paulo. Preso há dez meses, ele foi expulso da PM em agosto de 2017.
Como, apesar da expulsão e da prisão, ele ainda não havia sido demitido, havia a possibilidade de que ele retornasse à corporação.
O Antagonista

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.