Lula pede a Maduro que não permita “equívoco de isolar a Venezuela”



Lula pede a Maduro que não permita “equívoco de isolar a Venezuela”
Por iG São Paulo | 02/03/2018

Para Lula, é importante que Maduro não permita “o equívoco de isolar a Venezuela”
Para Lula, é importante que Maduro não permita “o equívoco de isolar a Venezuela”

Em entrevista, Lula comentou migração de venezuelanos para o Brasil e contou que Maduro não o procurou para conselhos sobre crise


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comentou, em entrevista à agência de notícias AFP , a situação venezuelana, analisando a atuação do presidente Nicolás Maduro e a crise que toma lugar no país.

Para Lula, é importante que Maduro não permita “o equívoco de isolar a Venezuela”. O líder petista opinou que seu colega latino-americano deve focar em projetos de melhoria econômica, que acelerem a industrialização no país e contornem a crise de abastecimento de itens básicos que tem acometido a Venezuela.

“É preciso pensar na economia da Venezuela com muito carinho, porque a Venezuela precisa de abastecimento, precisa gerar muito emprego, precisa se industrializar, e o Maduro não pode permitir que ocorra o equívoco de fechar a Venezuela”, disse à AFP .

O ex-presidente também contou que, em 2013, quando Maduro tomou posso como mandatário venezuelano, lhe enviou uma carta com conselhos para “harmonizar a Venezuela”. Mas, disse, “por razões que Maduro não tem que me explicar, ele não adotou as medidas”.

Embora reconheça a complicada situação do país, Lula afirmou que é importante que outros países não interfiram nos processos políticos de lá.

“Os Estados Unidos não têm que ficar ameaçando a Venezuela, o Brasil não tem que ficar ameaçando. Com paz já é difícil a gente se desenvolver neste continente, com guerra será muito mais difícil”, disse.

Lula também pediu cuidado à imprensa na abordagem das migrações de venezuelanos para o Brasil, fugindo da deterioração econômica no país.

A chegada de venezuelanos a Roraima se intensificou nos últimos dois anos como resultado da crise no governo de Maduro. De acordo com os cálculos da Prefeitura de Boa Vista, a cidade já abriga mais de 40 mil cidadãos venezuelanos, número que representa cerca de 10% da população local, que totaliza cerca de 330 mil habitantes.

"Certas pessoas estão saindo por algum problema na Venezuela, temos que ter em conta que eles amam a Venezuela e que na medida em que as coisas melhorarem vão voltar, eles não querem viver em condições desfavoráveis em Boa Vista, seu coração está na Venezuela e querem voltar assim que for possível", concluiu Lula.

Fonte: Último Segundo - iG 

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.