Brasil desliga mais de 1 milhão de linhas de telefone fixo em 12 meses



Brasil desliga mais de 1 milhão de linhas de telefone fixo em 12 meses
Por Brasil Econômico * | 27/04/2018

Número de linhas ativas de telefone fixo despencam no país nos últimos 12 meses
ALISSON GONTIJO - 3.11.2010
Número de linhas ativas de telefone fixo despencam no país nos últimos 12 meses


Obrigatória em muitos planos, serviço de telefonia fixa está caindo em desuso pelos brasileiros. Saldo apenas do mês de março é de -94.503 linhas

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nesta sexta-feira (27) os dados do setor de telefonia fixa e os resultados não foram nada animadores para as operadoras nacionais. No período de um ano, o segmento perdeu mais de 1 milhão de contratos e passou a contar com menos de 41 milhões de telefones fixos ativos.

De acordo com a pesquisa, estavam registradas 40.459.554 linhas fixas de telefone em operação no mês de março de 2018. Isso indica um saldo negativo de 94.503 assinaturas em relação a fevereiro de 2018 e 1.208.833 linhas desligadas ao longo dos últimos 12 meses.

Do total, 17.138.921 telefones fixos estavam registrados pelas operadoras autorizadas no país e 23.320.633 pelas próprias concessionárias. Como era de se imaginar, ambas também acumularam resultados negativos. Enquanto as autorizadas perderam 20.586 (-0,12%) assinantes, as concessionárias tiveram uma queda mais acentuada de 1.188.247 (-4,85%) no acumulado dos últimos 12 meses.

Comparando apenas com o mês de fevereiro, no entanto, as autorizadas apresentaram um pequeno aumento de 22.738 unidades (+0,13%), enquanto as concessionárias também diminuiram o ritmo da redução: saldo negativo de 117.241 (-0,50%). A justificativa, porém, não é lá muito animadora: o ritmo de queda está caindo porque o número já está chegando bem perto do piso.

Numa outra pesquisa divulgada também nessa sexta-feira (27), o IBGE indicou que o número de domicílios com telefone fixo caiu de 34,5% em 2016 para 32,1% em 2017. Os dados indicaram que o brasileiro está trocando o uso do telefone fixo pelo uso do telefone móvel uma vez que 92,7% dos lares já contavam com pelo menos uma pessoa dona de uma linha de celular. 

Divisão por empresas


Entre as prestadores fixas autorizadas a Claro manteve a liderança no mês de março com 10.818.655 linhas ativas o que equivale a 63,12% do mercado. Na sequência aparecem a Telefônica com 4.777.058 (27,87%), a TIM com 739,454 (4,31%), a Algar Telecom com 350.954 (2,05%), a Oi com 166.557 (0,97%), a Sercomtel com 88.870 (0,52%), a Cabo com 36.712 (0,21%) até finalmente a BT com 3.970 (0,02%). 

Já entre as concessionárias, a Oi foi a líder do mês com 13.065.965 (56,03%) linhas ativas, seguida pela Telefônica com 9.330.960 (40,01%), AlgarTelecom com 756.010 (3,24%), Sercomtel com 165.874 (0,71%) e a Claro com 1.824 (0,01%).

No acumulado dos últimos 12 meses, a Algar Telecom apresentou um crescimento de 35,08% e foi a maior nesse segmento, TIM (7,22%), Oi (3,56%), Sercomtel (1,69%) e Telefônica (0,23%) também cresceram. Mas a redução da BT (-14,77%), da Cabo (-1,46%) e da Claro (-1,36%) puxaram o índice pra baixo.

Entre as concessionárias, em um ano, apenas Claro (4,23%) e Algar Telecom (2,30%) apresentaram crescimento, todas as outras tiveram quedas com destaque para  Telefônica (-2,82%), a Sercomtel (-5,86%) e a Oi (-6,61%).

Divisão por estados


Anatel também divulgou a divisão por estados e nesse quesito São Paulo foi o lugar onde ocorreu a maior redução no número de linhas. Nos últimos 12 meses, com 412 mil linhas a menos, o estado apresentou uma queda de 2,61%. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro, com menos 330,9 mil linhas, perda de 6,46%; seguido por Minas Gerais, com menos 109,3 mil e recuo de 2,74%.

Apenas três estados apresentaram crescimento: Santa Catarina, com 20,4 mil linhas fixas, aumento de 1,22%; Paraná, com mais 7,8 mil, acréscimo de 0,27%, e Acre, com mais 200 linhas de telefone fixo novas, elevação de 0,24%.

*Com informações da Anatel
Fonte: Tecnologia - iG 

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.