Golpe do casamento aumenta 38% em SP, aponta Procon

Golpe do casamento aumenta 38% em SP, aponta Procon
Por Philipe Guedes, SP2
Arte mostra aumento de reclamações no Procon da prestação de serviço de eventos (Foto: Reprodução/TV Globo)

Reclamações por cobrança abusiva ou indevida aumentaram de 80 para 106 casos de 2016 para 2017. Serviços contratados não prestados passaram de 103 para 143 casos.

O famoso golpe do casamento, com serviços para festa contratados e não fornecidos, aumentaram 38% entre 2016 e 2017 em São Paulo, segundo dados do Procon na capital. Os registros subiram de 103 para 143 casos. As reclamações por cobrança abusiva ou indevida também aumentaram, passando de 80 para 106 casos nesse período.


O presidente da Associação Brasileira de Eventos Sociais (Abrafesta), Ricardo Dias, diz que quem está interessado em fazer uma festa deve procurar referências e desconfiar de ofertas muito abaixo do preço de mercado.


“A melhor coisa é buscar a associação para receber as informações, né. Outra coisa importante é desconfiar do preço baixo. Preço baixo é um problema, porque de repente o cara tá fazendo um preço muito baixo e ele já não tá conseguindo gerir a empresa. E isso vai ter um problema na entrega do evento. Então tudo tem que ser muito claro”, afirma Dias.

Dois anos para receber álbum de casamento


A funcionária pública Kaiane Duarte Cerezer precisou esperar mais de dois anos só para receber o álbum de casamento, realizado em janeiro de 2017. Para ela, foi um sufoco receber a lembrança daquele dia especial.


“Eu contratei uma empresa dentro do buffet que eu ia fazer a festa [para fazer o álbum], e um pouco antes do casamento eu fiquei sabendo que eles não estavam aparecendo. E eu, por desespero, acabei contratando uma nova empresa também indicada pelo buffet. Eles apareceram, fizeram tudo, mas pra eu conseguir as fotos, demorei bastante”, contou.

G1


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.