Imprensa internacional repercute mandado de prisão de Lula



Imprensa internacional repercute mandado de prisão de Lula
Por G1

Ex-presidente tem até às 17h desta sexta para se entregar em Curitiba. Argentino 'Clarín' e francês 'Le Monde' deram manchete ao assunto.


Veículos de comunicação estrangeiros noticiam nesta quinta-feira (5) o mandado de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tem até às 17h desta sexta para se entregar voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba.

El Clarín

A ordem do juiz Sergio Moro é manchete no jornal argentino “El Clarín", que afirma que a intimação “chamou a atenção porque o partido e os amigos próximos do ex-presidente tinham cuidado de esclarecer que Lula estava disposto a se render”.

Site do jornal argentino 'Clarín' noticia mandado de prisão de Lula (Foto: Reprodução/ Clarin.com)


Le Monde

Outra publicação a dar manchete ao caso foi o jornal francês "Le Monde", que chama Lula de "ícone da esquerda brasileira" ao informar que ele tem até sexta-feira para se apresentar às autoridades.


Jornal francês 'Le Monde' transformou em manchete notícia de pedido de prisão de Lula (Foto: Reprodução/Le Monde)


El País

O espanhol “El País” também publica a notícia observando que “não se passou nem 24 horas desde que o Supremo Tribunal Federal decidiu denegar o recurso de Lula, condenado a 12 anos por corrupção, quando Moro ditou um ato fulminante para decretar sua prisão”.



Jornal espanhol 'El País' repercute mandado de prisão de Lula (Foto: Reprodução/ElPais.com)


New York Times

O americano "New York Times" publicou um texto da agência Associated Press que diz que a ordem de Moro "dá um grande golpe ao líder outrora amplamente popular que estava tentando montar um retorno político antes das eleições de outubro".


'NY Times' noticiou pedido de prisão de Lula (Foto: Reprodução/NY Times)


Washington Post

O também americano "Washington Post" diz que a decisão do juiz Sergio Moro "mergulha o Brasil em 'caos político' antes de eleição presidencial" e "deve galvanizar protestos generalizados em um país já abalado por uma decisão do Supremo".


O jornal diz ainda que a decisão desta quarta do Supremo, de rejeitar o pedido de habeas corpus preventivo para Lula, "efetivamente removeu o favorito na eleição presidencial do Brasil ainda este ano" e que esse "vácuo instantâneo reformula o cenário político no maior país da América Latina".



Pedido de prisão de Lula mergulha o Brasil em 'caos político' antes de eleição presidencial, segundo o jornal 'Washington Post' (Foto: Reprodução/Washington Post)


Corriere della Sera

No italiano "Corriere della Sera", a notícia diz que a política brasileira está "em pedaços, entre reviravoltas e acusações de golpe". O texto afirma também que, mesmo com a decisão do STF, "tudo ainda pode acontecer, porque a justiça tem uma tradição consolidada de reviravoltas, como o caso não resolvido de Cesare Battisti tem ensinado há dez anos".


Jornal italiano 'Corriere Della Sera' informa que Lula deve se entregar até as 17 horas de sexta-feira (Foto: Reprodução/Corriere Della Sera)

G1

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.