Abastecimento só será normalizado em cinco dias, diz presidente da ANP



Abastecimento só será normalizado em cinco dias, diz presidente da ANP
METRÓPOLES
GEORGE MARQUES   29/05/2018
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Ele ainda defendeu a criação de uma realidade tarifária “para manter mercado livre e competitivo”

O presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Aurélio Amaral, disse na manhã desta terça-feira (29/5) que o Brasil pode levar até cinco dias para normalizar a situação de desabastecimento no Brasil.
Em conversa com jornalistas na Comissão Geral da Câmara que debate os sucessivos aumentos dos valores dos combustíveis, Odini afirmou ser preciso criar uma realidade tarifária e que a aplicação de preço do mercado é fundamental “para concorrência livre e competitiva”.
Ele defendeu ainda mais atores atuando para que a concorrência ajude o consumidor. “Essa realidade tarifária é transferida ao consumidor sem expor a volatilidade de preços. Nós não controlamos preços. Se identificamos uma prática anticoncorrencial, acionamos o Cade”.
Maia rechaça aumento de imposto
Na chegada ao Congresso Nacional na manhã desta terça, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi categórico ao afirmar que a Casa não aprovará aumento de tributos para compensar a redução no preço do diesel.
“Não vai ter [aumento de imposto] porque isso aqui é uma democracia e ele [Guardia] não manda no Congresso Nacional. Aliás, o que ele fez ontem foi muito irresponsável, num momento de crise em que se está tentando debelar, diminuir a mobilização, tentar colocar o Brasil no eixo novamente, ele vem falar em aumento de imposto”, afirmou Maia.
METRÓPOLES

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.