Justiça de SC afasta professor que no Whatsapp convidou aluno para ‘dormirem de conchinha’



Justiça de SC afasta professor que no Whatsapp convidou aluno para ‘dormirem de conchinha’

DCM

Do Estadão:
O Grupo de Câmaras de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve a suspensão de 30 dias a um professor da rede estadual na cidade de Taió (SC), aplicada por processo administrativo disciplinar, como reprimenda pela prática de assédio sexual a um de seus alunos menor de idade.
As informações foram divulgadas no site do TJ de Santa Catarina – não foi revelado o nome do professor.
Na decisão, o desembargador Luiz Fernando Boller destacou ‘a licitude das provas, a confissão lógica dos fatos e que pela materialidade comprovada da transgressão é dispensável a sindicância antes da aplicação da medida disciplinar, além de que a infração apurada é passivel de pena de demissão’.
O professor é acusado de assediar sexualmente um de seus alunos por trocas de fotografias pelo Whatsapp e dormir com o adolescente em sua residência.
DCM

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.