Governo do RJ é condenado a indenizar homem que teve rim extraído no lugar do baço

Governo do RJ é condenado a indenizar homem que teve rim extraído no lugar do baço

ISTO É

Governo do RJ é condenado a indenizar homem que teve rim extraído no lugar do baço

Depois de 11 anos de batalha judicial, o motorista Adriano Ferreira da Silva será indenizado por ter acabado sem o rim esquerdo em uma operação para a retirada do baço. Uma decisão em segunda instância da Justiça do Estado do Rio de Janeiro determinou que um homem receba R$ 150 mil e uma pensão vitalícia de um salário mínimo pelo erro médico. As informações são do G1.

Em 2005, Adriano caiu de uma altura de cerca de 30 metros, em uma cachoeira em Muriqui, em Mangaratiba, região da Costa Verde. Foi resgatado e acordou 15 dias depois, no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Teve de passar por cinco cirurgias, em função de uma grave lesão na coluna.

Na terceira operação, realizada no dia 8 de dezembro de 2006, havia a previsão de retirada do baço. Dias depois, uma tomografia revelou o erro médico e que, na verdade, haviam extraído um rim. O paciente ainda teria sofrido com uma infecção hospitalar e uma tuberculose óssea.
De acordo com o voto da desembargadora Myriam Medeiros da Fonseca Costa, da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, acompanhado por unanimidade pelos outros magistrados, Adriano deve receber R$ 100 mil do Governo do RJ por danos morais e outros R$ 50 mil por danos estéticos, além da pensão de um salário mínimo até o fim da vida, pois segue com dores e impossibilitado de trabalhar.
O Governo do Estado do Rio ainda pode recorrer da decisão.

ISTO É

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.