Homem é preso suspeito de estuprar e matar criança de 5 anos na Grande BH



Homem é preso suspeito de estuprar e matar criança de 5 anos na Grande BH

EM
Guilherme Paranaiba 
e João Henrique do Vale
15/07/2018                                                                                                                                                foto ilustrativa

Homem e preso por estupro de criança de 5 anos em pitangueiras.

Corpo da menina foi encontrado na madrugada deste domingo dentro da casa do homem em Vespasiano. Ele foi encaminhado para a delegacia onde deverá ter a prisão em flagrante ratificada




Um crime bárbaro chocou e revoltou moradores de um bairro de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, neste domingo. Uma criança de 5 anos foi encontrada morta dentro de uma casa no Bairro Nova Pampulha. Há indícios de que a menina foi estuprada antes de ser assassinada. Um homem de 35 anos, que era vizinho da vítima, foi preso apontado como o autor do crime. 

O assassinato aconteceu entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo. De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe da criança saiu para trabalhar e a deixou com a avó. A mulher, que ficou responsável pela garota, foi para um bar. No início da madrugada, ela pediu a neta que fosse até em casa para pegar um isqueiro. 

A criança foi em direção a residência, mas demorou a voltar. Por causa disso, segundo relatos da mulher à PM, ela acionou o Corpo de Bombeiros, que começou a fazer os primeiros levantamentos no local. Uma testemunha informou que avistou a menina junto com um homem que mora próximo a casa dela.

Os militares foram até a casa do homem, identificado como Nei de Oliveira Brum, de 35 anos. Lá, a mulher dele informou que o companheiro estava com a roupa suja de fezes, e que ele tomou um banho e saiu. A residência foi vasculhada pelos militares e nos fundos do quintal o corpo da menina foi encontrado. Também foram achadas roupas da vítima no imóvel.

Buscas foram feitas na região e o homem acabou preso. Ele foi encaminhado para a delegacia. De acordo com a Polícia Civil, o delegado de plantão informou que há indícios suficientes para ratificar a prisão em flagrante por estupro de vulnerável e homicídio. Laudos periciais estão sendo realizados pelos investigadores. O caso será investigado por uma delegacia responsável pela área onde aconteceu o crime. 

Depois que a informação sobre o crime se espalhou pelo bairro, os moradores ficaram revoltados. Algumas pessoas foram para frente da casa do suspeito e chegaram a depredar o imóvel. A Polícia Militar (PM) confirmou que precisou enviar uma viatura para o local para conter a ação.

EM

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.