Aumento da velocidade vira sinônimo de menos acidentes nas estradas; saiba onde



Aumento da velocidade vira sinônimo de menos acidentes nas estradas; saiba onde
GAZETA DO POVO

 | Pixabay/ Divulgação​

Governo começa a testar a máxima de 140 km/h com intuito de reduzir a sinistralidade nas rodovias

Calma, você não leu errado. Seria possível diminuir os acidentes automotivos aumentando a velocidade da via?

É o que governo da Áustria irá testar em duas das três faixas da rodovia que liga a capital Viena a Salzburgo. A velocidade máxima permitida no trecho subirá de 130 km/h para 140 km/h durante o período de experiência.
Se o resultado for positivo, a medida será ampliada para as demais autoestradas do país.
A justificativa dada pelo governo austríaco para tomar essa decisão polêmica vai na contramão do que pregam as campanhas mundiais de combate a acidentes nas estradas. 
Segundo O ministro dos Transportes, Nobert Hofer, os veículos estão cada vez mais seguros, bem como as infraestruturas viárias, favorecendo aos veículos trafegarem numa velocidade maior. 
Sorry, the video player failed to load.(Error Code: 101104)
Com isso, diz ele, as pessoas chegam logo aos seus destinos, possibilitando ganharem mais tempo em suas vidas e, consequentemente, passando menos tempo em deslocamento. 
Ou seja, na visão do governo quanto menos tempo nas estradas, menores são as chances de se envolverem em colisões.
Mas nem todos na Áustria pensam assim. O clube automóvel austríaco ÖAMTC classifica a medida como ineficaz e diz que não há qualquer relação entre a velocidade em rodovias e os acidentes. 
O grupo cita o caso da Alemanha, onde não há limite de velocidade na maior parte das estradas e o índice de acidentes é o mesmo verificado na Áustria, que tem limite de 130 km/h. 
No Brasil, a velocidade permitida nas rodovias mais estruturadas e com boa sinalização é de 120 km/h.

GAZETA DO POVO

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.