Candidatura de Garotinho é impugnada



Candidatura de Garotinho é impugnada

Ernesto Neves
20 ago 2018  Revista VEJA


Garotinho: candidatura suspensa (YouTube/Reprodução)

Com base na Lei da Ficha Limpa


A Procuradoria Regional Eleitoral acaba de impugnar a candidatura de Anthony Garotinho (PRP) ao governo do Rio.

A suspensão foi feita com base na condenação de Garotinho por “ato doloso de improbidade administrativa com lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito de terceiro”.

Garotinho, agora, será notificado para se defender.

Na ação, o procurador regional eleitoral Sidney Madruga pediu ao TRE que seja dada, se necessário, a oportunidade de produzir prova testemunhal e documental.

O Tribunal de Justiça do Rio sentenciou em julho o processo sobre desvios de R$ 234,4 milhões da saúde no Estado em 2005 e 2006, quando Garotinho era secretário estadual de Governo.

Desde que a Lei da Ficha Limpa entrou em vigor, em 2010, ficam inelegíveis por oito anos candidatos condenados em órgãos colegiados, como os Tribunais de Justiça.

Revista VEJA


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.