Tudo sobre o INSS a respeito das contribuições necessárias para aposentadoria por tempo de contribuição

Concurso Ministério da Fazenda 2018 tem edital em análise com 1.161 vagas para nível médio! Até R$ 6.388,27!


BOLSONARO: NÃO ACEITO RESULTADO DIFERENTE DA MINHA ELEIÇÃO


Estrela do basquete de Ourinhos é a nova Professora do esporte no SESI Ourinhos!


VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 01/10/2018

Falha de segurança no Facebook atinge 50 milhões de usuários


Falha de segurança no Facebook atinge 50 milhões de usuários
METRÓPOLES

AGÊNCIA ESTADO   28/09/2018

ISTOCK
Rede social confirmou que incidente de segurança aconteceu devido a vulnerabilidade da plataforma
Uma falha de segurança afetou 50 milhões de usuários do Facebook, disse a rede social nesta sexta-feira (28/9). Segundo o Facebook, o problema aconteceu devido a uma vulnerabilidade do código da plataforma. Até agora, a empresa ainda não divulgou como os usuários poderão checar se foram invadidos.
Por meio de uma nota, o Facebook disse que descobriu na última terça-feira que invasores estavam se apropriando de uma falha no código da própria plataforma, que permitia que hackers assumissem as contas dos usuários. A rede social tem hoje mais de 2 bilhões de usuários ativos mensais.
“Não sabemos se alguma das contas foi realmente mal utilizada”, disse o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg em entrevista aos jornalistas americanos. “Mas é claro que isso pode mudar”.
Mais de 90 milhões de usuários do Facebook foram forçados a deslogar de suas contas na manhã de hoje, uma medida de segurança comum para contas comprometidas.
A empresa, que está nos estágios iniciais de suas investigações, disse que ainda não sabe a origem e a identidade dos atacantes, mas que já corrigiu o problema e notificou a polícia.
Preocupação
O vazamento acontece seis meses depois que veio à tona a comprovação de que dados de 87 milhões de usuários do Facebook foram usados ilegalmente pela consultora política Cambridge Analytica. À época, as informações também foram vazadas devido a uma abertura no código da rede social, que permitia aos desenvolvedores o acesso ilimitado de dados de usuários.
Mesmo antes da divulgação do novo escândalo, o Facebook já enfrenta investigações federais sobre as práticas mais amplas de compartilhamento de dados e privacidade da empresa. A Securities and Exchange Commission (SEC), órgão que investiga empresas de capital aberto nos Estados Unidos, abriu uma investigação sobre as declarações do Facebook no caso Cambridge Analytica.
Desde então, o Facebook tem sofrido consequências devido a falta de cuidado com a segurança de sua plataforma. A rede social está enfrentando uma grave ameaça de regulamentação nos Estados Unidos ao passo que sofre pressão de países do bloco da União Europeia, Brasil e do Estado americano da Califórnia, que limitam o uso de dados sensíveis de usuários, hoje usado pela empresa como fonte de informação para direcionamento de publicidade.
METRÓPOLES

Menina de 12 anos tenta matar os pais e a irmã com veneno para ratos

Bolsonaro estaciona nos 28% e Haddad cresce para 22%, diz Datafolha


Quarta revolução industrial pode mudar gestão das empresas do país


“Não tem vergonha na cara, não?”, grita funcionário do BNDES a Temer


Concursos Federais têm 29.191 vagas para níveis médio e superior no Planejamento! Até R$24mil!

Para Mourão, 13º salário e adicional de férias são ‘jabuticabas’

'Golpe do motoboy' é o crime da moda

Gaeco deflagra operação contra fraude no processo de emissão de CNH


Filho de Bolsonaro volta a criticar delegado da PF


Tenente-coronel da PM do Rio é condenado por sequestro de traficantes


VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 27/09/2018


Após diagnóstico de infecção, Bolsonaro não terá alta nesta sexta METRÓPOLES


EDITAL Tribunal de Contas 2018: concurso para nível médio com salário de R$ 10 mil autorizado!

Criminalista critica uso de imagem de tortura por filho de Bolsonaro


Edital MTE Nível Médio 2018 tem 1.307 vagas em análise no Planejamento! Até R$3.881,97!


5 MÁQUINAS DE ATÉ R$ 5 MIL PARA VOCÊ EMPREENDER EM CASA

Em dia de folga, 6º PRF é preso por envolvimento com "narcocigarreiros"

INSS agiliza bloqueio de benefício pago a idosos de baixa renda


Auxílio-doença e aposentadoria por invalidez com as novas regras em 2018 no INSS são cancelados

Filho de Bolsonaro posta simulação de tortura a apoiador do #elenão


Nova fase da Lava Jato foca em concessão de rodovias federais em três estados. Irmão e primo de Richa são alvos

Servidor: governo federal pretende reduzir carreiras e salário inicial

Profissional pode se aposentar com tempo menor de contribuição no INSS; Veja


Ilhéus: Zé Ronaldo diz que PT transformou ‘Vale do Silício em Vale do Silêncio’

Edição feita por computador da PM de SP suaviza ditadura na Wikipédia

Filho de candidato a deputado é assassinado na RMC. Pai diz que crime foi para atingi-lo

Brasileiros poderiam ganhar 30% a mais se educação no país fosse eficiente

Brasileiros poderiam ganhar 30% a mais se educação no país fosse eficiente
Por Marquezan Araújo
Agência RÁDIO MAIS
Resultado de imagem para Brasileiros poderiam ganhar 30% a mais se educação no país fosse eficiente

No segundo dia do evento "Educação 360", que acontece no Rio de Janeiro, especialistas retomaram as discussões sobre o tema, com ênfase na estrutura do ensino oferecido aos estudantes brasileiros.

Participante dos debates, o economista e pesquisador da Universidade de Stanford, Eric Hanushek, falou sobre a importância de investimento na educação e como isso reflete no desenvolvimento econômico e social brasileiro.

Ao relacionar a Educação Básica com a economia, o especialista disse que a presença de todas as crianças nos ensinos fundamental e médio, e uma qualidade mínima de educação, resultariam no aumento de produtividade do país. Assim, segundo Hanushek, o Produto Interno Bruto (PIB) atingiria uma alta de 16% ao ano. Consequentemente, os salários dos brasileiros cresceriam 30%.
Investimento

O evento também contou com a participação do ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. Na ocasião, ele comentou sobre seu trabalho à frente da Pasta, apontando erros e acertos, além de dizer o que fazia de diferente na época.

Um dos pontos destacados por Janine Ribeiro foi referente a políticas públicas, quando fez comparação ao investimento feito pelo Brasil em outras áreas. “O Brasil despende 6% do PIB em educação, no Judiciário, é 1,5%. O Judiciário não deve chegar a 600 mil pessoas, já a população da educação talvez chegue a 600 milhões”, afirmou.

“Outra questão é ter o apoio da sociedade. Esse é o grande problema que temos na educação. Enquanto na saúde as pessoas têm noção de quanto estão doentes; na educação, elas não sabem o quanto estão ignorantes”, completou o ex-ministro.

Propostas da Indústria

Outro participante do "Educação 360" foi o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi. A frente do debate SESI Convida | Educação e Produtividade, o especialista explicou que a discussão sobre a educação não é eficiente pelo fato de ser feita apenas por educadores.

Com base em um balanço elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que faz parte de um grupo de propostas apresentadas aos candidatos à Presidência da República para as eleições deste ano, Lucchesi afirma que é necessário preparar os jovens para o mercado de trabalho ainda na Educação Básica.

De acordo com documento, o Brasil conseguiu praticamente universalizar o acesso ao Ensino Fundamental. Em 2015, por exemplo, 97,7% da população de 6 a 14 anos estava matriculada nesse nível de escolarização. No entanto, a instituição acredita que os números ainda não são suficientes para a realidade brasileira.

Naquele ano, por exemplo, cerca de 1,5 milhão de jovens com idade entre 15 a 17 anos deveriam estar cursando essa etapa da formação educacional, no entanto, encontravam-se fora da escola.

Lucchesi afirma ainda que o grau de desemprego se aproxima de 30% entre os jovens e o problema está relacionado a baixa qualidade da educação oferecida no Brasil. “Nós temos um grande contingente de jovens que é vítima exatamente dessa baixa capacidade de diálogo entre o nosso modelo educacional e as opções e projetos de vida dos jovens que passam pela escola”, avalia.

Primeiro dia

O evento começou nesta segunda-feira (24) e outros nomes importantes da educação no Brasil e no mundo participaram dos debates. Durante encontro no Museu do Amanhã e no Museu de Arte do Rio, o economista do Banco Mundial David Evans falou sobre crise de aprendizagem global – um dos temas discutidos.

O especialista disse que os números relacionados a matrículas em escolas sempre deixaram a desejar. Na avaliação dele, frequentar a escola não significa realmente aprender e isso é o que acontece com boa parte das crianças. De acordo com Evans, 54% das crianças brasileiras que estão no terceiro ano não conseguem responder a perguntas muito simples.

O evento, que foi promovido pelos jornais O Globo e Extra, aconteceu no Museu do Amanhã e no Museu de Arte do Rio.
Agência RÁDIO MAIS

“Sangue nas mãos”: a carta de um pastor às igrejas que apoiam Bolsonaro


Quadrilha de roubo de cargas investiu R$ 4,5 milhões em armas para invadir a Rocinha

Nota: Prefeitura de Ourinhos

PARA SUSTENTAR FAMÍLIA, IRMÃOS FUNDAM EMPRESA DE BARRINHA DE CEREAL CONGELADA


Irmão de Beto Richa e mais 14 investigados são presos pela PF em nova fase da Lava Jato


Lava Jato: esquema de propina perdurou por três governos no Paraná


Casos da Síndrome de Guillain-Barré cresceram cerca de 320% este ano


VÍDEO: ex-mulher de Bolsonaro nega ter sido ameaçada e elogia deputado


Exclusivo: Palocci suspeita que dólares de Teodorin Obiang eram para campanha do PT


Jornalista que revelou o plano terrorista de Bolsonaro no Rio disse que ele a ameaçou de morte. Por Kiko Nogueira

PM prende casal suspeito de tráfico de crianças no interior do Paraná


Empresários, economistas e artistas lançam manifesto contra Bolsonaro

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 26/09/2018

Cresce desinteresse dos jovens pela carteira de habilitação

Dia da Árvore reúne 500 alunos da Dias Negrão para o plantio de mudas


Palestra sobre o câncer infantojuvenil reúne centenas de pessoas no salão da Aeco

Ex-mulher informou ao Itamaraty que foi ameaçada de morte por Bolsonaro

Prefeitura implanta ciclovia ao lado da pista de caminhada “Trilha Verde”


5 FORMAS DE ELIMINAR O ESTRESSE EM 5 MINUTOS

Secretaria de Saúde prepara conscientização sobre o câncer de mama e colo de útero

Michel Temer sanciona decreto que prevê terceirização no setor público

Capitão da Marinha é preso por estupro após DNA em cigarro

Beto Richa é denunciado pelo MP por corrupção passiva e fraude a licitação


EDITAL Agente Penitenciário 2018 abre inscrições com 550 vagas para nível médio! Até R$ 3.318,64!


Revista Época, da Globo, faz editorial contra “comandantes militares golpistas”

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 25/09/2018

Ciro, Haddad e Alckmin vencem Bolsonaro no 2º turno, diz Ibope


Concurso Polícia Federal Nível Médio 2018: Carência é de 5.300 servidores! Até R$4,2mil!

Inca estima que serão 68 mil novos casos de câncer de próstata em 2018


Condenado a 40 anos de prisão homem que causou 12 mortes em tentativa de assalto no interior do PR


Generais e juízes são os principais suspeitos


Prefeitura retoma processo de doação de área para empresários no Distrito Industrial


BOLSONARO E A DEMOCRACIA


BOLSONARO E A DEMOCRACIA

BRASIL 247

REUTERS/Paulo Whitaker

Para o cientista político e professor da UFMG Carlos Ranulfo Melo, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) deverá passar para o segundo turno e romper a polarização estabelecida desde 1994 entre PT e PSDB; para ele, contudo, este movimento "mostra que estamos diante de algo mais profundo do que um fenômeno eleitoral. Assistimos à conformação do que pode vir a se constituir na base social para um movimento – não necessariamente um partido – de direita autoritária no país"
24 DE SETEMBRO DE 2018
Por Carlos Ranulfo Melo, no Observatório das Eleições - Ao que indicam as pesquisas mais recentes, Bolsonaro estará no segundo turno e conseguirá romper a polarização estabelecida desde 1994 entre PT e PSDB. Em tentativas anteriores, Ciro Gomes (1998 e 2002) e Marina Silva (2010 e 2014) tentaram fazê-lo adotando duas estratégias distintas.
No caso de Ciro, o objetivo era deslocar o PT (e Lula), substituindo-o como a referência de centro-esquerda, contrária ao programa de reformas de caráter neoliberal conduzido pelos governos do PSDB. Trata-se, diga-se de passagem, da mesma estratégia adotada agora e ameaçada pelo crescimento de Haddad nas pesquisas. Marina, por sua vez, tentou mudar o eixo programático em torno do qual vinha se desenvolvendo a disputa pela Presidência da República. Para tanto, se apresentava como uma alternativa à "velha política", materializada, segundo seu discurso, na disputa entre petistas e tucanos.
Guardadas as devidas diferenças, Bolsonaro segue a estratégia adotada por Marina e tem conseguido mudar o foco do debate. Por um lado, retira do centro das atenções a discussão em torno da política econômica e do papel do estado na redução das desigualdades que marcam o país. Por outro, contrapõe, ao arranjo institucional proveniente da Constituição de 1988, a necessidade de um governo "forte", de perfil marcadamente autoritário e determinado a atropelar direitos e garantias que lhe apareçam pela frente.
Em outro contexto, tal tentativa estaria fadada ao fracasso. O tosco discurso do candidato dificilmente prosperaria não fossem os desmedidos esforços de parcela do poder judiciário e da mídia tradicional em criminalizar a política e jogar na lata do lixo tudo o que a democracia brasileira acumulou nas últimas décadas. Bolsonaro é um dos produtos desejado por uns ainda que não por todos os que se envolveram na empreitada de "limpar" a política brasileira.
De todo modo, cabe dizer que o desempenho do candidato do PSL nas pesquisas mostra que estamos diante de algo mais profundo do que um fenômeno eleitoral. Assistimos à conformação do que pode vir a se constituir na base social para um movimento – não necessariamente um partido – de direita autoritária no país. Na sua versão mais extrema, presenciamos algo impensável a apenas alguns anos atrás: grupos de cidadãos clamando a céu aberto pela volta dos militares ao poder.
Eleitoralmente, esse processo se traduz no fato de que Bolsonaro está conseguindo, ao que parece de forma irreversível, retirar o antipetismo do guarda-chuva do PSDB e leva-lo para o seu campo. Nas eleições anteriores, o PSDB manteve o antipetismo nos limites de um enfrentamento sistêmico, ao enquadra-lo no discurso em prol de uma agenda de reformas que tinha como eixo a retomada de padrões ortodoxos de política econômica como condição para um crescimento sustentável. Neste percurso Aécio Neves constituiu uma exceção ao sustentar, na campanha de 2014, que o PT era a razão de todos os males brasileiros e, fechadas as urnas, ao declarar que havia sido derrotado por "uma organização criminosa". Bolsonaro leva Aécio às últimas consequências ao propor a eliminação dos adversários e ao usar o antipetismo como uma arma para se arremeter contra a democracia.
Se existe algo sobre o qual não pode haver dúvida é que Bolsonaro, e seu vice, constituem uma ameaça à democracia. Em trabalho recente, Scott Mainwaring e Anibal Pérez-Liñan (Democracies and Dictatorships in Latin America, editado pela Cambridge University Press), mostram de forma convincente que a variável de maior impacto sobre a manutenção das democracias na América Latina é o grau de compromisso normativo com a democracia demonstrado pelos atores políticos mais influentes. E quanto a isso o presidenciável e seu colega de chapa já demonstraram de que lado estão: elogiam torturadores e enaltecem o legado da ditadura militar, defendem normas e procedimentos autoritários como modelo a seguir, tratam os oponentes como inimigos, desprezam minorias e ignoram direitos humanos.
O problema torna-se mais grave quando setores do mercado embarcam na mesma canoa. Confiantes na varinha mágica vendida no posto Ipiranga, aceitam o autoritarismo explícito em troca de uma solução econômica que lhes convenha. Com isso demonstram seu baixo compromisso com a democracia e sua disponibilidade para apoiar aventuras outras como, nos dizeres do vice Mourão, um "autogolpe".
BRASIL 247

Concurso Público: STF decide que Justiça não pode dispensar concursado de exame psicotécnico

Como aumentar em 30% a aposentadoria ou benefício no INSS


Agência do Trabalhador oferta vaga para camareira

Jair Bolsonaro confirma que não voltará à campanha nas ruas

Ibope: no segundo turno, Haddad vence Bolsonaro por 43% a 37%

Detran flagra candidato com escuta em exame teórico de CNH


Importunação sexual agora é crime com pena de até 5 anos de prisão


Após sequestrar filhos, pai e crianças são encontrados mortos em matagal no interior de SP


Socorristas acham sobrevivente de naufrágio na Tanzânia


PF faz operação em cinco estados contra quadrilha de contrabando de cigarro


Constituição feita por ‘notáveis’ deu no nazismo, afirma Jobim


PF reforça versão de que agressor de Bolsonaro atuou sozinho

PF reforça versão de que agressor de Bolsonaro atuou sozinho

NOTÍCIAS AO MINUTO


PF reforça versão de que agressor de Bolsonaro atuou sozinho

Corporação também afastou suspeita de que Adélio Bispo de Oliveira tenha recebido pagamento em sua conta bancária para executar o crime


Polícia Federal afastou a suspeita de que Adélio Bispo de Oliveira, que no último dia 6 tentou matar o candidato Jair Bolsonaro (PSL-RJ) em Juiz de Fora (MG), tenha recebido pagamento em sua conta bancária para executar o crime.

A investigação concluiu que o dinheiro localizado com Oliveira tem apenas "origem sustentável", como uma rescisão recente pelo trabalho em um escritório de advocacia, e remuneração pelo trabalho de garçom, pelo qual recebia cerca de R$ 70 por dia.
A PF apurou que o cartão de crédito internacional encontrado em poder de Oliveira na verdade nunca foi utilizado e foi emitido automaticamente pelo banco logo após o valor da mesma rescisão trabalhista ter sido depositado em sua conta. Em teorias conspiratórias compartilhadas em redes sociais, o cartão também foi citado como suposta evidência de que Oliveira teria recebido dinheiro de origem suspeita.
A PF também concluiu que o computador pessoal localizado com Oliveira não era recente nem caro, ao contrário do propagado em redes sociais. O aparelho era antigo e estava quebrado, tendo sido usado pela última vez no ano passado. Dos quatro telefones celulares encontrados com Oliveira, apenas dois estavam em atividade, e nenhum foi comprado nas semanas anteriores ao crime.
Segundo outra conclusão da PF, em razão dos acertos trabalhistas recentes Oliveira tinha condições financeiras próprias de pagar adiantado R$ 400 por hospedagem numa pensão em Juiz de Fora, onde ele disse que procurava emprego. Foi apreendido com Oliveira um recibo que comprova o pagamento.
Também foram investigadas todas as pessoas citadas em redes sociais como supostos cúmplices que teriam repassado a faca a Oliveira no dia do atentado. A PF descartou todas as informações, que eram falsas. Pelo menos uma mulher inocente marcada em redes sociais foi perseguida, recebeu ameaças e teve que procurar a PF para obter proteção.
A opção de Oliveira por usar uma faca para tentar matar o presidenciável pode ser explicada por outro aspecto da vida do preso levantado durante a investigação da PF.
Em um açougue em que Oliveira trabalhou em Curitiba (PR), a PF apurou que Oliveira era conhecido por manejar muito bem facas. Normalmente um novo contratado recebia um "padrinho", responsável por tutelar o novo cortador de carnes. No caso de Oliveira, o próprio açougue dispensou o uso do "padrinho", ao constatar que ela sabia usar as lâminas.
Oliveira também teria trabalhado como sushiman, preparador de carnes de peixe em restaurantes japoneses, o que também demanda um bom uso de facas.
Sobre a faca, um exame feito por peritos criminais federais do INC (Instituto Nacional de Criminalística) apontou traços de DNA de Bolsonaro na lâmina, de cerca de 20 centímetros, o que confirma que a faca foi a mesma usada no crime. Oliveira tinha a faca consigo muitos meses antes do crime.
Em um dos três depoimentos que prestou à PF, Oliveira disse que decidiu esfaquear Bolsonaro três dias antes da chegada do presidenciável a Juiz de Fora e que soube que ele estaria na cidade porque viu um outdoor numa rua da cidade. Ele afirmou ter feito uma fotografia do painel. Ao analisar a memória do telefone celular de Oliveira, a PF de fato encontrou a fotografia, tirada no mesmo dia indicado por Oliveira.
O presidente do inquérito e também delegado regional de Combate ao Crime Organizado da PF de Minas Gerais, Rodrigo Morais, informou que o inquérito que trata do ato do crime em si deverá ser finalizado até a próxima sexta-feira (28), mas ao mesmo tempo será aberto um novo inquérito para investigar supostos mandantes ou pessoas que teriam instigado o crime, ainda que não exista nenhuma indicação sobre isso até o momento.
A PF adotou essa estratégia porque legalmente há um prazo de 15 dias, renovável por mais 15 dias, para o final das investigações. O primeiro prazo acabou na última sexta-feira (21), quando a PF pediu mais duas semanas. O relatório final, contudo, deve ser entregue uma semana antes.
Com o novo inquérito, a PF espera aprofundar a investigação. "Não há como esgotar toda a análise de conteúdo num prazo de 30 dias. Obtivemos uma farta informação em computadores, mensagens de aplicativos, telefones. Tudo isso requer uma análise mais acurada. Com o outro inquérito, vamos poder investigar sem estarmos premidos pelo prazo do inquérito inicial", disse Morais. No material a ser analisado estão cinco discos rígidos apreendidos numa lan house frequentada por Oliveira.
O primeiro inquérito será relatado e entregue ao Ministério Público Federal, que pode ou não oferecer a denúncia contra Oliveira. Ele foi indiciado pela PF por infração ao artigo 20 da LSN (Lei de Segurança Nacional). Segundo a PF, Oliveira confirmou em depoimento que agiu movido por razões políticas ou religiosas, o que deu base ao enquadramento legal.
O artigo prevê inicialmente pena de três a dez anos de reclusão, porém ela é aumentada para de seis a 20 anos caso o crime envolva "lesão corporal grave". O artigo prevê o crime de "devastar, saquear, extorquir, roubar, sequestrar, manter em cárcere privado, incendiar, depredar, provocar explosão, praticar atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas".
Desde o crime, a PF recebe e está averiguando as diversas informações e teorias conspiratórias que circulam na internet e também tem recebido outra parcela de "dicas" para averiguação. O delegado Morais disse que todas as informações são levadas em conta e estão no radar da PF. "Algumas são esdrúxulas e não merecem nem consideração. Outras vamos olhar com mais atenção", disse o delegado da PF. Com informações da Folhapress.
NOTÍCIAS AO MINUTO

Novo vice do Detran de SP atuava para driblar multas e CNH cassada


BENEFÍCIO É possível aumentar a aposentadoria? Confira dicas


VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 24/09/2018


Marina Silva: ‘A proposta de segurança do Bolsonaro foi desmoralizada em um ato contra ele mesmo’


STF decide que Caixa tem de pagar diferença sobre FGTS a grupo de trabalhadores

Aposentadoria por tempo de contribuição do INSS ficará menor a partir de dezembro

Saiba quem tem direito de aposentadoria na Previdência Social no valor de R$ 954

Equipe de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano inicia operação tapa buraco no Helena Braz Vendramini


Quem nunca contribuiu com INSS pode ter direito de ganhar salário-mínimo

Prefeitura faz o replantio de Palmeiras em área do lanchodromo que está sendo revitalizada


Prefeitura de Ourinhos lança curso de iniciação em esporte paralímpico


Conheça 15 formas de alcançar o teto do INSS no valor de R$ 5.645,80


Mulher é resgatada horas antes de ser morta por 'tribunal do crime'


SEBRAE-SP TEM 160 VAGAS ABERTAS PARA CURSO GRATUITO DE MAQUIADOR

Doador de órgãos transmite câncer não detectável para quatro pacientes


Concursos dos Bombeiros 2018 têm 1.802 vagas para níveis médio e superior e salários de até R$ 6.714,06!

Bolsonaro tem febre e passa por drenagem de líquido ao lado do intestino

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 21/09/2018


Suicídios aumentam e Brasil registra um caso a cada 46 minutos


Prefeito Lucas Pocay fala sobre “ética e manipulação da mídia” aos alunos da Fatec

Metralhadora ponto 50 é a maior arma já apreendida no RJ, diz polícia; veja fotos


Justiça amplia direito ao tempo especial para trabalhadores no INSS

TSE planeja colocar código da urna na internet


Acusado de crime ambiental, Bolsonaro tentou um “salvo-conduto de pesca emitido pelo Judiciário”, diz o MPF. Por Eduardo Reina

FRAUDE? Ministro diz não ver 'com bons olhos' suspeitas sobre urna eletrônica

NARCOSUL, o cartel do PCC que cresce na Amazônia e pode ser o 1º transnacional do mundo


Bolsonaro vai a 28% e Haddad, a 16%; Ciro lidera no 2º turno, mostra Datafolha

Concursos Polícia Civil 2018 têm 6.969 vagas e salários de até R$ 19.242,52!


Vício em cocaína poderá ser curado com terapia genética, revelam cientistas

INSS será responsabilizado por fraude em empréstimo CONSIGNADO

Cuidado para não ter serviço suspenso por falta de pagamento

Empresa cria “chimarrão de maconha” no Uruguai

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 20/09/2018

EXCLUSIVO: CÂMARA TEM REGISTRO DE VISITAS DE ADÉLIO BISPO NO DIA DO ATENTADO


Concurso CAERN 2018: Saiu o edital com salários de até R$6.295,10!


BISPO DOM SALVADOR CRISMA REEDUCANDOS DO CR

Ações do Programa Cidade Viva chegam ao Jardim Itamaraty


“Vai depender do voto útil”

Agência do Trabalhador de Apucarana-PR tem 74 vagas de emprego

INSS: Estou desempregada, posso pagar os atrasados para aposentar?


Veja como aumentar o ganho na aposentadoria e chegar no Teto do INSS


Receita do Detran com multas cresce em média R$ 3,5 milhões por mês


Mais de 1 t de cocaína é achada dentro de rolos compressores com destino à África


Trabalhadores podem somar dois empregos para aposentadoria

PRF apreende pistolas e fuzis na Via Dutra, no Rio


Concurso PM MG 2018: Saiu o edital para Soldado Músico e da Saúde! Até R$ 3.506,41


Ataque a Bolsonaro: PF conclui inquérito esta semana e não descarta coautoria

Grupo do Facebook contra Bolsonaro chega a 2,5 milhões de participantes

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 19/09/2018


Claudia Canto é uma das atrações do 2º Litou de Ourinhos

Guiné Equatorial exige restituição de dinheiro apreendido pela alfândega em Viracopos

Prefeitura avalia mais de 1.000 pacientes para cirurgias eletivas na Santa Casa


Abertura do Campeonato Municipal de Futsal Menor lota Mosntrinho


Concursos Federais têm 26.274 vagas para níveis médio e superior no Planejamento! Até R$24mil!


Concursos do DETRAN 2018 têm 769 vagas para níveis médio e superior! Até R$5.179,94!


Veja oito respostas enfáticas à declaração de Mourão sobre mães e avós

Manifestações contra Bolsonaro serão realizadas em Londrina

Após pedido de Cida, coligação aprova afastamento de Beto Richa

Estão abertas inscrições para concursos públicos no Paraná

Multinacional abre 130 vagas na sede de Londrina; saiba como se inscrever


Padres australianos pedem ao Papa que celibato seja opcional


O voto das mulheres, um muro contra a candidatura Bolsonaro


“Grupo contra Bolsonaro incomoda por causa de seu potencial”, diz Rosana Pinheiro-Machado

SEFAZ tem concurso público para nível médio com salário de R$ 3.040,00!


Suspeito passa por 'tribunal do tráfico' após assassinato de avó e netas na Cidade de Deus


Dinheiro apreendido ficará no Brasil até esclarecer sua origem


Edital TRF 3ª Região 2018 para nível médio e superior deve sair ainda este ano! Até R$15mil!

Mortes por câncer devem chegar a 9,6 milhões neste ano, estima OMS

“Mulher negra e pobre” usada em campanha de Bolsonaro é modelo estrangeira de banco de imagens


Educação na gestão do Prefeito Lucas Pocay sobe no IDEB e bate meta de 2021

Prefeito Lucas Pocay recebe membros do Comtur e traça novos planos para o setor de turismo


VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 18/09/2018


Collor desiste de disputar governo de Alagoas e cita rachas na coligação

A boquinha da Câmara dos Deputados


O eleitorado masculino de Bolsonaro


Crivella vira réu por improbidade administrativa


Unimed Londrina oferece descontos para empresas a partir de 4 funcionários

Saiba mais sobre a Feira de Festas e Noivas no Royal

Agência do Trabalhador tem vagas em diversas áreas


Um general sem continência

Ministro Gilmar Mendes manda soltar Beto Richa


Governador do Paraná, Beto Richa, durante sabatina na Comissão de Constituição e Justiça de Luiz Edson Fachin, indicado pela presidenta Dilma Rousseff para ministro do STF (Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Datafolha: Bolsonaro tem 26%, Haddad cresce e empata com Ciro em 13%, Marina despenca

Datafolha: Bolsonaro tem 26%, Haddad cresce e empata com Ciro em 13%, Marina despenca

DCM
14 setembro, 2018
Meirelles, Haddad, Bolsonaro, Ciro, Marina e a corrida presidencial de 2018. Foto: Reprodução/YouTube

Fisicamente fora da campanha eleitoral desde que foi esfaqueado no dia 6, Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida à Presidência com 26%, segundo nova pesquisa do Datafolha.

Na semana em que foi oficializado candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad viu sua intenção de voto subir de 9% para 13%. Está empatado numericamente com Ciro Gomes (PDT), que manteve sua pontuação, e na margem de erro também com Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou de 10% para 9%.
Em curva francamente descendente está Marina Silva (Rede), que caiu de 11% para 8% e hoje tem metade das intenções de voto que tinha quando sua candidatura foi registrada em agosto.
O levantamento foi feito entre quinta (13) e sexta (14), ouvindo 2.820 eleitores em 187 cidades, com uma margem de erro de dois pontos para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pela Folha e pela Rede Globo.
A pesquisa anterior havia sido realizada na segunda (10). Bolsonaro oscilou positivamente dois pontos desde então. (…)
Antes do atentado, ele registrava 22% de intenções de voto na primeira pesquisa sem a presença de Lula no cartão apresentado aos entrevistados. Seu eleitor se diz o mais convicto: 75% afirmam que não mudarão de voto.
Bolsonaro também oscilou positivamente para 22% nas citações espontâneas ao nome do candidato preferido, liderando com folga nesse quesito. (…)
DCM

Esquema no Detran em Araguaína cobrava entre R$ 3 mil e R$ 4 mil por CNH, diz Gaeco


Concursos Polícia Militar: 3.424 vagas abertas para níveis médio e superior! Até R$ 9.326,53


Concurso Marinha 2018 tem pedido protocolado com 210 vagas! Salários de até R$5.493,25!

Publicada portaria que obriga empresas a contratar presos ou egressos

Usadas como “iscas”, mulheres dopavam e roubavam homens no DF

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 14/09/2018


“Tá duvidando?”, disse pai antes de atirar e matar filho de 6 meses


Shopping traz show gratuito dos Beatles para crianças neste sábado


Em Curitiba, general vice de Bolsonaro sugere nova Constituição, mas sem voto popular

Acredite se quiser: SPC deve R$ 300 mil em aluguel, condomínio e IPTU


Grupo de apoio a Bolsonaro nas redes perde adesão após ataque, aponta FGV

Bolsonaro segue na UTI sem previsão de alta, diz boletim

Bolsonaro segue na UTI sem previsão de alta, diz boletim

Exército Brasileiro está recrutando engenheiros, salários podem chegar a R$ 9.700


Concursos Federais têm 26.156 vagas em análise no Planejamento! Até R$24mil!


Detran prensa mais de 1300 veículos que não podiam mais circular

Inscrições em concurso com 98 vagas em Carapicuíba vão até dia 21


Foto de incisão no abdome de Bolsonaro é verdadeira


Jair Bolsonaro passa bem após cirurgia de emergência, dizem médicos

Polícia Federal apreende documentos em gabinete de deputado preso no MS


Corregedoria do MP vai apurar atuação de promotores que apresentaram ações contra Haddad e Alckmin

Os três poderes. Por Jota Camelo


7 POSSÍVEIS SINTOMAS DE CÂNCER DE OVÁRIO QUE VOCÊ JAMAIS IMAGINARIA


Supremo Tribunal indiano permite abater ‘tigresa devoradora de homens’


Concursos Públicos: 356 vagas em sete editais encerram inscrições nesta quinta-feira! Até R$ 12.218,05!

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 13/09/2018


Bolsonaro volta ao centro cirúrgico para operação de emergência


Parque Ecológico de Ourinhos bate recorde de visitas


Quatro fuzis e arsenal para o crime são apreendidos na região rural da RMC


Vacas produzem quase 20% a mais de embriões em áreas sombreadas

Supremo decide que pais não podem tirar filhos da escola para ensiná-los em casa


Castelo de Bolinha é a nova atração de Shopping

Confira as atrações do 6º Festival Alternativo de Londrina