PT, enfim, se rende à realidade e oficializa troca de Lula por Haddad



PT, enfim, se rende à realidade e oficializa troca de Lula por Haddad

JOVEM PAN

ÚLTIMA HORA - Fernando Haddad, que a partir de hoje passa a concorrer oficialmente à Presidência

Depois de quase um mês de uma campanha inviabilizada pela Justiça, o Partido dos Trabalhadores sucumbiu à realidade e oficializou nesta terça-feira o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad no lugar do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba, para a disputa à Presidência da República.
A troca na cabeça de chapa petista ocorre no limite do prazo determinado pela Justiça Eleitoral para que o partido possa prosseguir nas eleições deste ano. Com a mudança, a deputada Manuela D’Ávila, do PcdoB, passar a ser a vice na chapa. Além do do PCdoB, o Pros também integra coligação.
O anúncio foi feito na capital do Paraná, de onde Lula tem ditado as diretrizes da campanha nos encontros que mantém regularmente com petistas — inclusive, o próprio Haddad.
Pesquisa
Segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda, Haddad tem 9% das intenções de voto, tecnicamente empatado com Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) — Jair Bolsonaro (PSL) lidera, seguido por Ciro Gomes (PDT).
Recursos
O PT resistiu até o limite para comunicar a troca de Lula por Haddad. Pedidos da defesa do petista foram encaminhados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) na tentativa de prorrogar o prazo para a apresentação do presidenciável. Foram 25 dias de sucessivos recursos que tentavam suspender a inelegibilidade do ex-presidente.
No último domingo (9), o ministro do TSE Luis Roberto Barroso proibiu o partido de usar a imagem de Lula como candidato sob pena de ser banido das propagandas de rádio e TV.
JOVEM PAN

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.