Após recurso, STF envia investigações da Quadro Negro para a Justiça estadual



Após recurso, STF envia investigações da Quadro Negro para a Justiça estadual



Operação apura desvios de mais de R$ 20 milhões em obras de escolas públicas do Paraná; decisão foi tomada pelo ministro Luiz Fux na quarta-feira (17).Por José Vianna, RPC Curitiba
18/10/2018



O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou todas as investigações da Operação Quadro Negro para a Justiça estadual do Paraná, na quarta-feira (17).

A decisão foi tomada depois que o Ministério Público do Paraná (MP-PR) recorreu de uma determinação do próprio ministro, que havia mandado o caso para a Justiça Federal com base na nova regra de foro privilegiado.

A operação investiga desvios de mais de R$ 20 milhões em obras de escolas públicas do Paraná.

Com a decisão, o inquérito que estava no STF para apurar o suposto envolvimento de políticos paranaenses no caso passa a ser de responsabilidade da Justiça estadual.

Além disso, quatro processos que estavam parados aguardando essa decisão voltam a tramitar normalmente.

O relator da Operação Quadro Negro na Justiça do Paraná é o juiz Fernando Fischer.


G1 Paraná

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.