Campanha de Bolsonaro já discute sucessão no Exército em possível governo

25/10/2018
Campanha de Bolsonaro já discute sucessão no Exército em possível governo
BAHIA.BA

Foto: IADC / Domínio Público/Wikimedia Commons
Cotados para o cargo fizeram parte da turma de Bolsonaro da academia militar

Se confirmado o cenário das pesquisas a poucos dias do segundo turno e o presidenciável do PSL Jair Bolsonaro for eleito, ele terá a tarefa de definir a sucessão nas Forças Armadas. Na campanha de Bolsonaro, o assunto já é tratado entre diferentes interlocutores, que defendem que a palavra final será do eventual presidente. Uma das principais discussões é sobre a troca no comando do Exército, que hoje, é comandada pelo general Villas Boas. As informações são do blog de Andréia Sadi, do G1.
Os cotados fizeram parte da turma de Bolsonaro da academia militar. O vice na chapa do candidato, general Mourão, defende que o critério adotado seja o de “antiguidade”. “Sou favorável a critério da antiguidade. Pujol é o mais antigo”, disse, em referência ao general Edson Pujol.
O candidato do PSL já anunciou que Augusto Heleno será o ministro da Defesa em seu eventual governo. Mourão defende que o futuro chefe do Exército não fique oito anos no cargo porque “mata uma geração”.
BAHIA.BA

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.