PM afasta das ruas policial que deu soco em adolescente em São Paulo



PM afasta das ruas policial que deu soco em adolescente em São Paulo



PM deu soco em estudante de quinze anos que teria se desentendido com seu filho na escola

























































Imagens divulgadas nas redes sociais mostram momento em que agente fardado e armado discute com o jovem


PM deu soco em estudante de quinze anos que teria se desentendido com seu filho na escola - 
O Dia     05/10/2018

São Paulo - O policial militar que agrediu um adolescente com um soco na porta de uma escola em Carapicuíba, a oeste da Grande São Paulo, foi afastado das ruas. Imagens feitas de celular e divulgadas nas redes sociais mostram o momento em que o agente fardado e armado discute com o jovem. Depois de alguns instantes, ele agride o rapaz com um golpe na barriga e segura o adolescente pelo pescoço. Várias pessoas que assistiam a cena, ocorrida na última quarta-feira (3), se aproximam para separar a briga.

Segundo o Ouvidor das Polícias do Estado de São Paulo, Benedito Mariano, as informações repassadas até agora indicam que o policial era pai de um outro adolescente que tinha tido um desentendimento com o jovem agredido. “Em vez de mediar o conflito, ele criou um conflito atuando de maneira agressiva, abusiva, inadequada contra um dos garotos”, criticou o ouvidor. 
De acordo com Mariano, as atitudes do policial vão contra as prerrogativas da corporação. “Ele sabe da sua função pública, porque foi treinado para isso. Ele conflitou com os treinamentos, com o que ele aprendeu para a função pública”, acrescentou. A ouvidoria levou a denúncia à Corregedoria da Polícia Militar e vai acompanhar o processo. “A nossa expectativa é que ele tenha uma punição, porque foi uma conduta totalmente inadequada”, enfatizou.
Por meio de nota, a PM lamentou o ocorrido na Escola Estadual Desembargador Edgard de Moura Bittencourt. “O policial que aparece no vídeo já foi identificado e afastado das ruas, sendo instaurado Inquérito Policial Militar pelo 33º BPM/M para apuração dos fatos”, disse a corporação em nota.
“A PM não compactua com desvios de conduta por parte de seus integrantes e reforça que este tipo de comportamento não condiz com o padrão da instituição”, completou.
O DIA


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.