DETRAN 2018: concurso para nível médio tem autorização para 375 vagas! Até R$2mil

DETRAN 2018: concurso para nível médio tem autorização para 375 vagas! Até R$2mil


Oportunidades serão oferecidas para oficiais de trânsito


Por Saulo Moreira   21/11/2018
NOTÍCIAS CONCURSOS


Cresce a expectativa de abertura de novo edital de concurso público do Departamento Estadual de Trânsito (Concurso DETRAN 2018) para nível médio. Segundo informações da Assessoria de Comunicação do órgão, o órgão aguarda apenas a entrega dos documentos da banca organizadora para anunciar a instituição responsável pelo certame. O edital contará com 375 vagas para o cargo de Oficial de Trânsito, com requisito de ensino médio.
As oportunidades serão oferecidas para o Estado de São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, três empresas enviaram propostas para organização do concurso. Foram elas: Fundação Carlos Chagas (FCC), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Fundação Vunesp. A expectativa é que o nome da banca seja revelado nos próximos dias.
De acordo com a Lei Complementar nº 1.328, de 11 de julho de 2018, promulgada pelo Governador Márcio França e publicada no Diário Oficial do Estado do dia 12 de julho, o certame será publicado em até 180 dias, ou seja, até no máximo janeiro de 2019.
“O Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN publicará, em até 180 (cento e oitenta) dias contados da publicação desta lei, o edital de concurso público para provimento de empregos públicos de Oficial Estadual de Trânsito e de Agente Estadual de Trânsito”, diz o texto em seu artigo 1.
Foi divulgado no Diário Oficial do Estado, edição do dia 05 de setembro, a comissão que tomará as providências necessárias à preparação e à realização do certame do órgão (veja abaixo). O edital contará, conforme autorização do governador do Estado, Márcio França, com 575 vagas em dois cargos.
O grupo de trabalho será composto por membros titulares e suplentes. Como membros titulares são: Izadora Rodrigues Normando e Carine de Amorim Nogueira Calvo Simões. Como membros suplentes são Neusa Maria Lopes; Lorenzo Santiago Junqueira Franco; Wellington Cruz Barbosa; José Iberê Fernandes Junior; Fátima Regina de Souza; e Luiz Carlos Krzyzanovski.
De acordo com o documento de autorização (veja abaixo), serão oferecidas 375 vagas para Oficial Estadual de Trânsito I e 200 para Agente Estadual de Trânsito I. Para concorrer ao cargo de Oficial, que tem salário inicial de R$1.863, será necessário ensino médio Completo ou curso técnico profissionalizante de nível equivalente. Já o cargo de Agente, que tem remuneração inicial de R$ 4.657,50, requer Graduação completa em qualquer área de formação, Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, Categoria “B”. Além disso, haverá benefícios.

Prepare-se: Apostila Concurso DETRAN SP 2018 – Atualizada

O Concurso DETRAN SP 2018

O cargo de Oficial Estadual de Trânsito deverá desempenhar atividades de apoio à gestão e à execução dos serviços relativos ao exercício das competências institucionais e legais do DETRAN-SP, em conformidade com a normatização do Sistema Nacional de Trânsito.
Já o Agente Estadual de Trânsito: Desempenhar atividades técnicas, de gestão e de execução dos serviços relativos ao exercício das competências institucionais e legais do DETRAN-SP, em conformidade com a normatização do Sistema Nacional de Trânsito.
A jornada semanal de trabalho será de 40 (quarenta) horas semanais, sob a regência da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.
A expectativa é que o concurso do DETRAN de São Paulo 2018 seja composto por:
  • a) Prova Objetiva que versará sobre Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • b) Prova de Títulos, de caráter apenas classificatório.

Último Concurso do DETRAN SP

O último concurso do DETRAN/SP aconteceu em 2013, quando contou com nada menos que 1.200 vagas, sendo 600 (seiscentas) vagas para o emprego público de Agente Estadual de Trânsito e 600 (seiscentas) vagas para o emprego público de Oficial Estadual de Trânsito. Mais de 310 mil pessoas se inscreveram para o certame. A relação geral é de 260 candidatos por vaga.
No total, 184.501 candidatos concorreram ao cargo de oficial de trânsito (308 por vaga) e 126.726 ao de agente de trânsito (211 por vaga). Para as carreiras de nível médio, as maiores concorrências foram para Capital (1.159 candidatos/vaga), em Presidente Prudente (630) e em Marília (505). Entre os candidatos às vagas de nível superior, Fernandópolis (289 candidatos/vaga), Presidente Prudente (284) e Taubaté (263) tiveram as maiores concorrências.
Inscritos, vagas e relação candidato/vaga por região – Oficial de Trânsito (nível médio)
A organização foi da Fundação VUNESP. O concurso contou com provas objetivas e títulos. As oportunidades foram para capital, região metropolitana e regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Fernandópolis, Franca, Itapeva, Marília, Mogi Guaçu, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté.
As provas objetivas de Oficial Estadual de Trânsito contaram com questões de Língua Portuguesa (12), Matemática (05), Legislação (04), Noções de Informática (04) e Legislação de Trânsito (25). Já as avaliações de Agente Estadual de Trânsito abordaram temas de Língua Portuguesa (10), Matemática (05), Direito Administrativo (07), Legislação (04), Noções de Informática (04), Legislação de Trânsito (22) e Gestão Pública (08).
Conteúdo Programático
OFICIAL ESTADUAL DE TRÂNSITO
Conhecimentos Gerais
1. Língua Portuguesa: Interpretação de texto: verbal e não verbal. Sinônimos, antônimos e parônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção (emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem). Vozes verbais: ativa e passiva. Pontuação. Colocação pronominal. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Crase.
2. Matemática: Operações com números reais. Razão e proporção. Porcentagem. Regra de três simples e composta. Média aritmética simples e ponderada. Juro simples. Relação entre grandezas: tabelas e gráficos. Sistemas de medidas usuais. Raciocínio lógico. Resolução de situações problema.
3. Legislação: a) Constituição do Estado de São Paulo: Artigos 111 a 116; (disponível no site da ALESP: www.al.sp.gov.br) b) Legislação do Sistema de Acesso à Informação (SIC): – Lei Federal nº 12.527, de 18 de novembro de 2011 (disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm). – Regulamentação no Estado de São Paulo: Decreto n.º 58.052, de 16 de maio de 2012 (disponível no site da ALESP: www.al.sp.gov.br).
4. Noções de Informática: Conhecimentos sobre os princípios básicos de informática: sistema operacional; diretórios e arquivos. Conhecimentos de aplicativos: processadores de textos (Word), planilhas (Excel). Navegação Internet: pesquisa WEB, sites. Uso de correio eletrônico: caixa postal, mensagens (ler, apagar, escrever, anexar, arquivos e extração de cópias).
Conhecimentos Específicos
a) Código de Trânsito Brasileiro: Lei n.º 9.503 de 23 de setembro de 1997 e posteriores modificações (disponível no site do DENATRAN: www.denatran.gov.br). (atualizado até 01/06/2013);
b) Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN): (disponível no site do DENATRAN: www.denatran.gov.br). 1. Nº 168/2004 – Estabelece Normas e Procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos, a realização dos exames, a expedição de documentos de habilitação, os cursos de formação, especializados, de reciclagem e dá outras providências (contemplando alterações até a Resolução nº 435/13). 2. Nº 432/2013 – Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelas autoridades de trânsito e seus agentes na fiscalização do consumo de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência.

Sobre o DETRAN SP

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) faz parte do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) e é responsável no estado pelas atividades de trânsito estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e por normatização própria.
São competências do Detran.SP promover educação para o trânsito, planejar, coordenar, executar e controlar ações relacionadas à habilitação de condutores, documentação e serviços para veículos. Além disso, o órgão produz estatísticas de trânsito e gerencia a autuação e a arrecadação de multas.
O objetivo do órgão é realizar todas essas atividades com qualidade, eficiência e transparência, contribuindo para a defesa da vida e da cidadania.
O Detran.SP conta com unidades de atendimento em todos os municípios do estado. São 336 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), 309 Seções de Trânsito, além dos postos fixos de atendimento do Poupatempo. Possui, ainda, unidades regionais de acompanhamento e controle e uma estrutura de coordenação e normatização, localizada na capital do estado.
NOTÍCIAS CONCURSOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.