Passa moleque do STF




Passa moleque do STF
ESTADÃO

Fux apenas fez de conta que extinguiu auxílio-moradia, que foi prometido pelo STF, mas será recriado assim que cair no esquecimento. Foto: André Dusek/Estadão

Como auxílio-moradia de juízes e procuradores não foi considerado inconstitucional pelo plenário do STF, como foi proclamado por Fux, o privilégio poderá ser cobrado do contribuinte quando poeira baixar

Um dos episódios mais grotescos da História do Brasil foi a chantagem feita pelos ministros do STF, especialmente seu presidente, Toffoli, para arrancar de Câmara, Senado e Temer reajuste para seus subsídios, no que foram bem sucedidos. Agora começa a ser revelada uma verdade ainda pior. A extinção do auxílio-moradia para os juízes, usada como pretexto para compensar a despesa é simplesmente uma balela, pois o plenário não determinou como deveria a inconstitucionalidade do privilégio, tendo o relator da Adin a respeito, Fux, feito apenas retórica na decisão em que monocraticamente transferiu a decisão para CNJ e CNMP tomar quando a poeira baixar. Farsa indigna e nojenta!  Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quinta-feira 29 de novembro de 2018.

ESTADÃO

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.