Justiça espanhola desmonta a farsa do doleiro Tacla Durán



Justiça espanhola desmonta a farsa do doleiro Tacla Durán

29/12/2018    O Antagonista


O doleiro preferido de Lula, Rodrigo Tacla Durán, foragido na Espanha, gosta de dizer aos quatros ventos que é vítima de uma “mordaça” imposta pela operação Lava Jato e que o juiz Sergio Moro nunca teve interesse em ouvi-lo.

Mas um documento da Justiça espanhola obtido com exclusividade por O Antagonista revelou que, como era de se esperar, o choro do doleiro era fake news — assim como a acusação feita por ele de que Diogo Mainardi fora delatado pela Odebrecht.

Em 4 de dezembro de 2017, o Juízo Central de Instrução, da Audiência Nacional espanhola, tentou ouvir a vedete internacional do lulopetismo, cumprindo carta rogatória da Justiça brasileira.

Durán compareceu à audiência, mas permaneceu calado durante a sua realização.

Pelo visto, o foragido só gosta de falar em conluio com deputados petistas.

O Antagonista

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.