Ministério Público pede prisão de João de Deus após relatos de abuso sexual

Ministério Público pede prisão de João de Deus após relatos de abuso sexual
Irineu Machado, do UOL
O Ministério Público de Goiás pediu a prisão preventiva do médium João Teixeira de Faria, 76, o João de Deus, depois da série de acusações de abuso sexual feitas por mulheres nos últimos dias. Uma força-tarefa liderada pela Promotoria de Goiás foi criada para recolher relatos de supostas vítimas do médium e, até terça, já havia feito mais de 200 atendimentos, a maioria deles por email. João de Deus nega as acusações e apareceu hoje pela primeira vez após as denúncias virem à tona na Casa Dom Inácio de Loyola, espécie de hospital espiritual criado por ele em Abadiânia, no interior de Goiás.

UOL

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.