Político só deveria ter foro em caso de corrupção, diz ministro da CGU


CORRUPÇÃO COM DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO PODE?
Político só deveria ter foro em caso de corrupção, diz ministro da CGU
Irineu Machado, do UOL


O ministro da CGU (Controladoria Geral da União), Wagner Rosário, que continuará no cargo na gestão de Jair Bolsonaro (PSL), defende que políticos só tenham foro privilegiado em casos relacionados a corrupção. Acusações de homicídio, brigas de trânsito e outras questões sem ligação com prejuízos ao patrimônio público deveriam ser julgadas em primeira instância mesmo que tivessem acontecido durante o mandato, disse ele, em entrevista exclusiva ao repórter do UOL Eduardo Militão.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.