Governo Bolsonaro ordena parar reforma agrária e delimitação de terras quilombolas



08/01/2019
Governo Bolsonaro ordena parar reforma agrária e delimitação de terras quilombolas
BAHIA.BA

Foto: Sudoeste Hoje
Para o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a medida pode agravar a tensão no campo

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) determinou a paralisação de todos os processos de obtenção de terras para o programa nacional de reforma agrária no país. A medida também atinge os processos para identificação e delimitação de territórios quilombolas.
Três memorandos foram distribuídos aos servidores do Incra no último dia 3. Os documentos foram revelados pela organização não governamental Repórter Brasil nesta terça-feira (8).
Para o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a medida pode agravar a tensão no campo, além de gerar prejuízos aos cofres públicos, já que, em vários processos de identificação das terras, o governo federal já gastou recursos com trabalho de campo.
Por medida provisória e decreto assinados pelo presidente Jair Bolsonaro, o Incra deixou a Casa Civil da Presidência, onde estava desde 2016, para o Ministério da Agricultura, chefiado pela ex-líder da bancada ruralista no Congresso Tereza Cristina (DEM-MS).
BAHIA.BA

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.